O primeiro-ministro saudou esta terça-feira o acordo provisório alcançado pela presidência portuguesa do Conselho com o Parlamento Europeu em torno da diretiva do “cartão azul” para facilitar “migrações circulares” de trabalhadores altamente qualificados de países terceiros.

“Saúdo o acordo provisório alcançado pela presidência portuguesa e o Parlamento Europeu sobre a Diretiva Cartão Azul”, escreveu António Costa na sua conta oficial da rede social Twitter.

Na sua mensagem, o primeiro-ministro de Portugal, país que até junho preside ao Conselho da União Europeia, considerou ainda que este acordo provisório “é uma grande conquista que cria um canal legal para a migração circular e coloca a União Europeia entre os melhores destinos para trabalhadores altamente qualificados“.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Também o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, se referiu a este compromisso alcançado na segunda-feira com o Parlamento Europeu em torno da proposta legislativa sobre admissão e condições de residência de trabalhadores altamente qualificados de países terceiros, a chamada diretiva “Blue Card”.

Augusto Santos Silva defendeu que este compromisso “constitui um sinal encorajador” sobre a evolução da União Europeia neste domínio.