Timor-Leste registou mais uma morte de uma pessoa infetada com SARS-CoV-2, a 16.ª desde o início da pandemia, sendo a quarta de uma pessoa que morre fora de uma unidade hospitalar.

Em comunicado, o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) explica que a vítima, um homem de 38 anos, da zona de Comoro, em Díli, se apresentou no Centro de Saúde de Comoro na manhã de sexta-feira, com febre e problemas respiratórios.

“O paciente tinha uma história de diabetes. Foi-lhe feito o teste que deu resultado positivo da covid-19”, explica a nota.

“A equipa de saúde tentou convencer o paciente a ir para o centro de isolamento de Vera Cruz. A família recusou e levou-o para casa. Morreu hoje de madrugada. A família recusa aceitar o funeral com protocolo da covid-19”, explica.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta foi a 16.ª morte de uma pessoa infetada com covid-19 desde o início da pandemia, das quais 13 durante o mês de maio, sendo a quarta de uma pessoa que morreu fora de uma unidade hospitalar.

Foi a segunda vítima mortal com menos de 40 anos.

O CIGC refere ainda que nas últimas 24 horas se registaram 130 novos casos no país, dos quais 111 em Díli, 11 em Bobonaro, cinco em Covalima, dois em Aileu e um em Manatuto.

No mesmo período foram dados como recuperadas 132 pessoas pelo que o número de ativos caiu ligeiramente, pelo terceiro dia consecutivo, para 2689, dos quais 2136 em Díli.

O total de casos acumulados desde o início da pandemia é de 6.622.

Os casos detetados em Díli correspondem a 9% dos 1.329 testes realizados em Díli, enquanto os fora da capital correspondem a 4% dos 480 testes realizados.

No centro de isolamento de Vera Cruz há atualmente 38 pessoas, das quais nove em estado grave: dois nos cuidados intensivos e sete com oxigénio.

A taxa de incidência em Díli é de 44,1/100 mil habitantes e a nível nacional é de 13,8/100 mil habitantes.