Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um avião C-295M destacada no Aeródromo de Manobra N.º 3, em Porto Santo (Madeira), ficou danificada durante uma aterragem no aeroporto. Os tripulantes saíram ilesos do incidente, confirmou a Força Aérea Portuguesa num comunicado enviado às redações.

A tripulação tinha realizado uma missão de evacuação aeromédica para o Funchal mas, no regresso ao Aeroporto de Porto Santo, “teve problemas durante a aterragem e sofreu danos estruturais que provocaram a sua imobilização na pista”, diz a nota de imprensa.

O caso está a ser investigado pela Força Aérea Portuguesa, que não revelou ainda o que terá causado o incidente.

Segundo a página da Força Aérea Portuguesa, o C-295M é um avião feito de metal, de asa alta, “desenhado e construído com a finalidade de transporte militar de médio e curto alcance“. É útil principalmente no “transporte de tropas e carga, evacuações médicas, vigilância e lançamento de cargas”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR