O Ministério Público está a investigar a morte do atleta que foi encontrado morto esta terça-feira, mais de dois dias depois de ter desaparecido durante uma prova de trail em Marco de Canaveses, confirmou ao Observador fonte oficial da Procuradoria-Geral da República (PGR). O inquérito foi aberto pelo Ministério Público de Marco de Canaveses do DIAP da comarca de Porto Este. A PGR alerta no entanto que a instauração de um inquérito é habitual “neste tipo de situações”.

Como sempre acontece neste tipo de situações, foi determinada a instauração de inquérito com vista a apurar as circunstâncias da morte. O mesmo corre termos no Ministério Público do Marco de Canaveses do DIAP da comarca de Porto Este”, disse a PGR ao Observador.

Para já, ao que o Observador apurou junto de fonte da GNR, não existem indícios de crime e a tese da investigação é a de um acidente: o atleta ter-se-á desorientado, acabando por cair numa altura de cinco metros.

Marílio Costa Leite foi visto pela última vez a cerca de três quilómetros da meta, na zona das Pedras Brancas, uma descida íngreme feita com cordas, por um outro atleta de Vizela que lhe terá perguntado se precisava de ajuda. O homem, que tinha um ar cansado e estava aparentemente magoado terá respondido que estava só a descansar e seguiria o percurso.

Encontrado corpo de atleta desaparecido durante prova no Marco de Canaveses

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mas Marílio Costa Leite nunca continuou o percurso e nunca mais foi visto. Esteve desaparecido mais de 48 horas. O alerta foi dado às autoridades às 14h00 de domingo, logo depois de o atleta de Felgueiras não ter aparecido na meta, como era suposto. A sua equipa “Nós Acreditamos Run Team” partilhou no Facebook uma fotografia de Marílio Costa Leite durante o trail Rota das Capelas, na serra da Aboboreira, em Soalhães, Marco de Canaveses. Terá sido tirada momentos antes de desaparecer.

Atleta da nossa equipa Marilio Leite está desaparecido desde ontem no Trail Rota das Capelas no concelho de Marco de…

Posted by Nós Acreditamos Run Team on Monday, July 19, 2021

O sargento Josias Alves, da Proteção Civil municipal explicou que o corpo foi encontrado por voluntários e que “estava num local onde não se julgava possível” considerando a última vez que tinha sido visto e as fotografias que lhe tinham sido tiradas. Ao que o Observador apurou, o atleta foi encontrado a cerca de 600 metros do percurso.

Marílio Costa Leite era um dos nove atletas da equipa “Nós Acreditamos Run Team” nas provas de trail curto e longo, que estavam a participar nesta prova em específico pela primeira vez. Mas o atleta de Felgueiras terá participado em três outras provas nos últimos dois meses e os colegas garantem que estava bem preparado.