Pelo menos duas pessoas morreram, 31 ficaram feridas e cinco funcionários continuam desaparecidos na sequência de uma explosão que ocorreu na manhã desta terça-feira num parque industrial de empresas químicas na cidade alemã de Leverkusen.

As autoridades da cidade disseram, num comunicado, que a explosão no Chempark, que fica a cerca de 20 quilómetros a norte de Colónia, no rio Reno, ocorreu em tanques de armazenamento de solventes, levantando uma grande nuvem negra no ar. De acordo com a agência AP, o fogo que se originou após a explosão levou quase quatro horas a ser extinto pelos bombeiros.

Vários vídeos publicados na rede social Twitter testemunham a grandeza da explosão, com pessoas a relatarem que o momento foi ouvido em toda a cidade, que pareceu um terramoto e até que a nuvem foi vista a cerca de 10 quilómetros do local.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

“Estamos profundamente preocupados com este trágico acidente e a morte do nosso funcionário”, disse o chefe do Chempark num comunicado. Este parque industrial concentra empresas como a Bayer, a Lanxess ou a Arlanxeo. “Infelizmente, a esperança de encontrar” os desaparecidos vivos “está a desvanecer rapidamente”, acrescentou Lars Friedrich.

A Currenta, a empresa que opera o parque, disse que a explosão aconteceu às 09h40 locais (08h40 em Lisboa), em tanques no centro de gestão de resíduos e, em seguida, evoluiu para um incêndio. A empresa esclareceu também ainda ser muito cedo para perceber qual terá sido a causa.

Os bombeiros que testaram o ar disseram que não parece haver perigo para os moradores das proximidades, depois de as autoridades inicialmente terem pedido às pessoas para se abrigarem.

Para já, as indicações dos oficiais de Leverkusen são para que as crianças não brinquem ao ar livre e para que ninguém use piscinas exteriores nem coma vegetais dos quintais nos próximos dias. Os especialistas só poderão avançar o quão tóxica é a fuligem daqui a alguns dias.

A polícia de Colónia disse que um grande número de agentes policiais, bombeiros, helicópteros e ambulâncias de toda a zona foram enviados ao local. A polícia alertou as pessoas de fora de Leverkusen para evitar a região e encerrou várias estradas importantes nas proximidades.

A nuvem de fumo estava a mover-se para noroeste, em direção às cidades de Burscheid e Leichlingen, que ficam na região administrativa de Colónia, no Estado da Renânia do Norte-Vestfália.

O parque industrial químico está localizado muito próximo às margens do rio Reno. A Currenta possui três unidades na região e mais de 70 empresas diferentes estão baseadas em Leverkusen, Dormagen e Krefeld-Uerdingen. Na cidade Leverkusen está localizada a sede da Bayer AG, uma das maiores empresas químicas e farmacêuticas da Alemanha.

Notícia atualizada pela última vez às 23h30 do dia 27