Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Cleo Smith, de apenas quatro anos, está desaparecida desde sábado. A polícia australiana decidiu esta quinta-feira promover uma recompensa no valor de um milhão de dólares australianos (cerca de 600 mil euros) para qualquer informação que ajude as autoridades a descobrir o paradeiro da criança.

“Espero que a maior parte das pessoas fale sempre no caso de ter informação que ajude a polícia, mas se esta recompensa motivar alguém a ajudar a polícia a trazer a Cleo para casa, então o governo está feliz por oferecê-la”, afirmou Paul Papalia, ministro com a pasta da Polícia no governo regional da Austrália ocidental, de acordo com a CNN.

Cleo estava a acampar com a família num parque de campismo na zona costeira de Macleod, uma área remota a norte da cidade de Carnarvon, no oeste do país. A mãe, Ellie Smith, garante que a última vez que viu a filha foi à 1h30 da madrugada de sábado, quando a criança acordou e pediu água, tendo ido depois dormir. Quando a mãe voltou a acordar às 6h da manhã, a menina já não estaria na tenda.

A polícia australiana está agora a tratar o caso como um provável rapto. “Tendo em conta as informações que recolhemos no local e o facto de as buscas já durarem há tanto tempo e não a termos encontrado, isso faz-nos acreditar que ela foi levada da tenda”, anunciou esta quinta-feira o superintendente Rod Wilde.

Para já não há suspeitos do crime e, segundo a polícia, não há qualquer suspeita que recaia sobre a família.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR