Uma publicação no Facebook, de uma alegada fotografia tirada num centro de vacinação em Espanha, foi partilhada com setas, desenhadas à mão com recurso a um programa simples de edição de imagem, como o paint, a sinalizar a indicação de “Centro de vacinação Covid-19” e “ensaios clínicos até 2023”. Veracidade da imagem já foi desmentida por mais que uma plataforma de fact check espanhola, mas continua a circular.

Partilha no Facebook com imagem manipulada

Nas partilhas iniciais, a indicação é de que a fotografia teria sido registada num El Corte Inglés de Madrid, em Arapiles. Desde 5 de julho que, em Madrid, as instalações de três empresas Acciona, El Corte Inglés e Grupo Santander foram convertidas em centros de vacinação contra a Covid-19. O anúncio foi feito pelo governo espanhol, no final de junho. Tendo sido abertas as instalações ao público apenas no dia 5 de julho, seria desde logo difícil que no dia 4 de julho já pudessem circular imagens dos centros de vacinação com tais indicações.

Questionado pela Maldita.es, o El Corte Inglés negou que existisse qualquer uma das referências que estão na imagem utilizada na partilha. Mais, à página de fact checking Maldita, o gabinete de comunicação da empresa enviou ainda uma fotografia do mesmo balcão — do dia 1 de julho, quando o boato começou a circular em Espanha —, onde é possível confirmar que a referência “experimental” e “ensaios clínicos até 2023” não existe, terá sido acrescentada através da edição da imagem e as cores ligeiramente diferentes no texto também o denunciam.

Através da ferramenta de pesquisa através de imagens repete-se a imagem manipulada, sempre tirada do mesmo ângulo, o que ajuda a perceber que se trata sempre da mesma imagem, manipulada intencionalmente acrescentando os dois excertos de texto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Conclusão:

É falso que no centro de vacinação do El Corte Inglés de Arapiles existam dois textos com a informação de que se trata de um “Centro de Vacinação Covid-19 experimental” e que os “ensaios clínicos são até 2023”. Aos fact checkers espanhóis a própria cadeia de supermercados desmentiu a veracidade da fotografia, enviando uma imagem real do centro de vacinação tirada no mesmo dia em que o boato começou a circular em Espanha. Esta não é a primeira vez que programas de edição de imagem são utilizados para ajudar a difundir informações falsas sobre a Covid-19.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge