Na semana passada, o futebolista português Ricardo Quaresma publicou um post no facebook sobre uma proposta do Chega que pedia um confinamento específico para a comunidade cigana em Portugal. Quaresma classificou a ideia de “populismo racista” e o tema chegou até ao plenário da Assembleia da República, no debate quinzenal com o primeiro-ministro. A publicação foi elogiada por vários partidos e questionada pelo deputado do Chega André Ventura. Mas foi escrita por um deputado do Bloco de Esquerda?

Numa imagem divulgada nesta rede social é afirmado que foi “o deputado do Bloco de Esquerda, Moisés Ferreira” que “não só escreveu como contactou o Quaresma para publicar o seu texto”. E a “explicação”, segundo esta publicação que, em 16 minutos, foi vista por 18 mil pessoas (segundo os dados do Facebook), está numa “troca de obrigados entre Catarina Martins e Ricardo Quaresma” no Twitter.

Publicação que está a circular no facebook e que o deputado desmente.

O Observador foi perguntar ao deputado em causa se tinha alguma ligação com a publicação do jogador da seleção nacional de futebol e a resposta foi: “Isso é tão plausível como dizer que fui eu a ensinar ao Quaresma a técnica da trivela”. Moisés Ferreira não só desmente a afirmação deste post como afirma que nem sequer conhece pessoalmente o jogador. O deputado considera que ” a extrema direita anda muito acossada pela derrota” que teve com esta publicação de Quaresma que é “cigano e jogador de futebol” e que por isso “inventou uma história qualquer que não tem nenhuma plausibilidade”.

A “explicação” que a referida publicação no Facebook apresenta para avançar com Moisés Ferreira como o autor do post de Quaresma também está mal explicada, referindo uma “troca de obrigados” que aparece descontextualizada. Não aconteceu como consta no frame (imagem capturada de um vídeo) colocado na publicação, mas sim como resposta a um primeiro tweet da líder do Bloco de Esquerda, que reagia à resposta de André Ventura a este post de Quaresma. O deputado do Chega criticou o facto de um jogador que representa a seleção nacional de futebol “dizer chega do Chega” e Catarina Martins classificou essa atitude de “cobardia”. Foi na sequência deste apoio numa rede social que Ricardo Quaresma agradeceu à líder do BE, havendo a tal troca de obrigados.

“Troca de obrigados” começa com o atleta a agradecer apoio público de líder do BE, no Twitter.

Na mesma rede, Catarina Martins respondeu a Ricardo Quaresma.

Conclusão

Esta publicação é falsa. As palavras de Ricardo Quaresma no Facebook sobre André Ventura e a sua proposta de confinar a comunidade cigana não foram escritas pelo deputado do Bloco de Esquerda Morisés Ferreira. A fundamentação apresentada não tem qualquer correspondência à realidade.

Assim, segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge