A comparação entre o dirigente da SOS Racismo, Mamadou Ba, e Adolf Hitler é direta: alegadamente, a mesma frase terá sido proferida pelo ativista e pelo ditador alemão, mas com dezenas de anos de diferença. Pelo caminho, a acusação já foi partilhada centenas de vezes nas redes sociais. Será verdade? Não, é falsa.

Tudo começa com um meme, publicado no Facebook, a 15 de junho, e que atribui a Mamadou Ba a seguinte frase: “Unir a nossa raça para lutar pela nossa hegemonia na sociedade.” A publicação, que já se espalhara nas redes sociais no verão do ano passado, vai mais longe e, com o título de “Agora fiquei confuso. Qual é o radical de esquerda?”, compara a alegada afirmação do ativista a uma frase semelhante atribuída a Hitler, em 1938. Nessa altura, o ditador terá dito: “Unir a nossa raça para lutar pela nossa hegemonia no mundo.”

Não existe qualquer registo de que Mamadou Ba tenha alguma vez proferido tal frase, nem no ano ano passado nem agora. Em julho de 2019, quando a primeira versão da imagem começou a ser partilhada nas redes sociais, na altura sob o título “Descobre as sete diferenças”, foi mesmo indicado o dia 19 de julho como a data da suposta afirmação do então assessor de imprensa do Bloco de Esquerda.

Mas, tal como o próprio confirma ao Observador, a frase era falsa no passado, tal como é agora. “Obviamente que se trata de uma falsidade, pois nunca pronunciei tal frase”, afirmou Mamadou Ma ao Observador.

Ora, nesse dia, 19 de julho — se dúvidas ainda houvesse — a atividade de Mamadou Ba na sua página de Facebook limitou-se a uma publicação, na qual se lê: “O órgão oficial da extrema-direita que responde por ‘Diabo’, numa proverbial falta de imaginação, dedica-me a sua capa de hoje. Mas tudo dentro da estratégia das máquinas de fake news e da manipulação jornalística da direita troglodita e da extrema-direita. E claro que não partilho aqui a bosta da coisa!”

Fora das redes sociais, o dirigente do SOS Racismo é citado no jornal Expresso num artigo sobre Donald Trump e a polémica que o Presidente dos Estados Unidos alimentou na altura em relação a quatro congressistas norte-americanas, de quem disse, no Twitter, que deviam “voltar para as terras de onde vieram”.

O Expresso publica um comentário de Mamadou Ba sobre o assunto onde, de novo, a frase que lhe é atribuída não aparece.

Conclusão:

É falso que Mamadou Ba tenha dito que queria “unir a nossa raça para lutar pela nossa hegemonia na sociedade”. O dirigente do SOS Racismo não proferiu a frase que lhe é atribuída na publicação do Facebook, como o próprio confirmou ao Observador.

Segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

No sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: As principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge