Várias publicações colocadas nas redes sociais, no final de maio, sugerem que a TVI afirmou numa reportagem que a região de Lisboa estava a ser menos atingida pela Covid-19 por ter uma “população mais descontraída, menos preocupada, jovem, sem dramas”.

O suposto oráculo está a ser criticado por contrastar com outro segundo o qual o Norte estava a ser “mais castigado” por ter uma “população menos educada, mais pobre, envelhecida e concentrada em lares”. No entanto, apesar de a mensagem relativa ao Norte ter, de factom sido transmitida, a de Lisboa é falsa e nunca foi publicada.

A história remonta a abril, quando o canal de televisão do grupo Media Capital transmitiu uma reportagem durante o Jornal das 8, na qual procurava explicar porque é que, naquela época, a região Norte era a que tinha a esmagadora maioria dos casos de Covid-19 em Portugal.

Numa nota de rodapé transmitida durante a peça, o canal de televisão afirmou de facto que o Norte tinha uma “população menos educada, mais pobre, envelhecida e concentrada em lares” — uma combinação que tornaria a região mais suscetível à doença provocada por uma infeção pelo novo coronavírus.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O oráculo em causa foi recebida como uma ofensa pelos portugueses residentes no Norte, tanto que até mesmo Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, acusou a TVI de “portofobia”. A reportagem acabou por ser retirada da página do canal de televisão e motivou uma reação por parte de Sérgio Figueiredo, diretor de informação do canal.

Numa publicação feita no Twitter, Sérgio Figueiredo admitiu falhas:

“Isto não justifica, porém, a construção de uma frase infeliz no ecrã, nem a parte do texto que a suportava. Nomeadamente aquela que, entre as razões demográficas e sociológicas indagadas, sugeria níveis de educação abaixo da media nacional. Essa frase foi por muitos interpretada como uma ofensa às gentes do Norte, o que não era evidentemente o nosso propósito”.

O diretor de informação da TVI terminou a publicação com um pedido de desculpas:

Com a mesma humildade que a todos pedimos desculpas por um erro que lamentamos, temos a convicção que a TVI dá a relevância que o Norte justifica na mancha de cobertura informativa que diariamente, semana após semana, anos a fio, lhe dedicamos e que continuaremos a fazê-lo”.

Ora, essa parte da história é verdadeira. Mas são falsas as publicações que sugerem que essa mesma reportagem (ou outra qualquer) tenha elogiado a região de Lisboa e Vale do Tejo dizendo que tinha uma população “mais descontraída, menos preocupada, jovem, sem dramas”.

A mensagem foi criada propositadamente para contrastar com a que havia sido redigida para o Norte, mas desta vez com um tom irónico e jocoso. O suposto oráculo nunca foi transmitido em qualquer reportagem da TVI ou de qualquer outro canal de televisão. Na verdade, o próprio grafismo das letras na montagem em causa comprovam uma manipulação das imagens, uma vez que não coincidem com o tipo de letra usado no oráculo verdadeiro pela TVI.

Conclusão

Não é verdade que a TVI tenha afirmado que a região de Lisboa tinha menos casos de Covid-19 por ter uma “população mais descontraída, menos preocupada, jovem, sem dramas”. O canal de televisão disse de facto numa polémica reportagem, entretanto eliminada do site, que o Norte tinha mais casos de infeção pelo novo coronavírus por ter uma “população menos educada, mais pobre, envelhecida e concentrada em lares”. No entanto, nunca que se referiu à região de Lisboa e Vale do Tejo nos termos indicados nesta montagem.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

De acordo com o sistema de classificação do Facebook, este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook.

Nota 2: O Observador faz parte da Aliança CoronaVirusFacts / DatosCoronaVirus, um grupo que junta mais de 100 fact-checkers que combatem a desinformação relacionada com a pandemia da COVID-19. Leia mais sobre esta aliança aqui.

IFCN Badge