Cancro

EUA vão testar vacina cubana contra cancro do pulmão

546

O fim do embargo de 55 anos a Cuba vai permitir aos Estados Unidos testar medicamentos inovadores desenvolvidos na ilha. Um deles é a vacina Cimavax, que começou a ser desenvolvida há 25 anos.

PEDRO SÁ DA BANDEIRA/LUSA

Há 25 anos Cuba começou a desenvolver uma vacina — a Cimavax — que funciona como tratamento para o cancro do pulmão. Agora, depois do fim do embargo dos EUA à ilha, vai poder ser testada por laboratórios norte-americanos, noticia o The Huffington Post.

O início dos testes em solo americano aguarda apenas a autorização da agência norte-americana do medicamento (Food and Drugs Administration), que vão ser realizados no Roswell Park Cancer Institute, em Nova Iorque.

A fórmula da vacina está disponível para uso público desde 2011 e já começou a ser testada na Europa, onde tem revelado resultados prometedores. A Cimavax é uma vacina terapêutica e não uma vacina preventiva. Ou seja, não impede que o cancro se desenvolva mas leva o organismo a produzir anticorpos que impedem as células cancerígenas de crescer.

A vacina já foi administrada a 5.000 pacientes e os resultados são prometedores. Em média, os pacientes com cancro do pulmão avançado que receberam o tratamento viveram dois a quatro meses mais do que aqueles que não foram tratados. E, em casos raros, esses pacientes tiveram mais dez meses de esperança de vida.

Apesar de a Cimavax já ser utilizada de forma corrente em Cuba, a organização não-governamental britânica Cancer Research alerta, no entanto, que os testes realizados até ao momento fora da ilha são limitados e são precisos mais testes até que a vacina venha a ser aprovada por outros países.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site