Web Summit

“Pop Galo”, um galo de Barcelos à beira Tejo plantado

2.390

"Pop Galo", o novo projeto da artista Joana Vasconcelos, foi montado esta quarta-feira na Ribeira das Naus. A obra, com dez metros de altura, foi realizada no âmbito da Web Summit.

O galo gigante pesa quase quatro toneladas e foi forrado com 17 mil azulejos

Paulo Spranger /Global Imagens

Tem dez metros de altura e pesa quase quatro toneladas. O Pop Galo, a nova obra de Joana Vasconcelos, foi plantado esta quarta-feira à beira Tejo, na Avenida da Ribeira das Naus, para assinalar o início da Web Summit, que arranca na próxima segunda-feira. O Galo de Barcelos gigante, forrado com 17 mil azulejos, é um dos muitos projetos que compõem a “montra portuguesa” que o Governo quer criar para promover o melhor de Portugal.

Ao Observador, Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, explicou que “o que Joana Vasconcelos fez foi aproveitar a tradição do nosso tão conhecido Galo de Barcelos e transformá-lo num galo tecnológico, com dez metros de altura, construído com azulejos”, que à noite será iluminado por 16 mil leds. “De dia é uma coisa, à noite outra”, frisou.

A peça começou a ser construída há cerca de um ano e meio, e foi forrada com azulejos da fábrica Viúva Lamego, fundada em 1849, como explicou a artista à RTP. Além dos leds, inclui ainda nove metros de cabos elétricos. “É um objeto de grande escala”, conclui Joana Vasconcelos. O público pode interagir com a peça através de um código QR e “selecionar uma cor e com essa cor uma composição musical feita pelo Jonas Runa”, um compositor lisboeta.

Em declarações prestadas ao jornal Público, a artista referiu que a obra é uma revisitação “da cultura pop”. “A mistura de materiais inusitados que conjugados dão uma espécie de nova versão do nosso ambiente. Aqui, o que misturo são leds com azulejo, e são os leds que dão um lado tecnológico a este galo. E é a tecnologia que permite uma maior interação com o público”.

Os trabalhos de construção do galo foram concluídos na quarta-feira, mas o Pop Galo só será oficialmente inaugurado no domingo, às 17h00, numa cerimónia que contará com a presença do primeiro-ministro António Costa. Da Ribeira das Naus será depois levado para Pequim para as comemorações do novo ano chinês.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
Web Summit

O absurdo não mata (mas mói)

Jorge Barreto Xavier
298

Afinal, segundo o ministro da Cultura, o grande problema do indigno jantar da Web Summit no Panteão Nacional, autorizado pela DGPC em 2017 foi: o preço... baixo.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site