Autárquicas 2017

Em Portugal há mais eleitores do que população votante

183

Esta discrepância (em resultado da emigração) poderá ter peso no bolso do Estado, pois aumentará a despesa com vereadores ou financiamentos públicos às campanhas eleitorais.

MÁRIO CRUZ/LUSA

Em Portugal há quase mais 850 mil eleitores registados do que população em idade de votar. Ao todo, e de acordo com o recenseamento eleitoral de dezembro, há 9,4 milhões de eleitores no país — o número de eleitores para as Autárquicas rondará este –, no entanto, e de acordo com Instituto Nacional de Estatística, a população maior de dezoito anos a residir em Portugal é de somente 8,5 milhões. A notícia é avançada esta segunda-feira pela TSF.

A explicação pode estar na emigração, pois muitos dos portugueses que abandonam o país continuam a manter no Cartão de Cidadão uma morada portuguesa. Ouvida pela TSF, a Comissão Nacional de Eleições adianta também que haverá alguns casos de mortos não declarados que inflacionam o recenseamento eleitoral.

A diferença entre eleitores registados e população em idade de votar é muito maior no Interior do país, chegando em alguns casos a haver concelhos com mais 50% de eleitores do que de população, entre eles Vila Pouca de Aguiar, Porto Moniz, Vila Nova de Paiva, Ribeira de Pena, Vimioso ou Boticas. O concelho onde se regista maior diferença é o de Montalegre, em Vila Real, onde esta ultrapassa os 76%.

Quanto a distritos, é precisamente o de Vila Real aquele onde a diferença média é superior: 40%. Ainda de acordo com a TSF, seguem-se Bragança (33%) e três outros distritos (Viana do Castelo, Guarda e Viseu) onde a diferença ronda os 30%.

Esta discrepância poderá ter peso no bolso do Estado, pois sobem as despesas com com vereadores e membros das juntas de freguesia, bem como com os financiamentos públicos às campanhas eleitorais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: tpalma@observador.pt
Estado

O Estado e a verdade

Rui Ramos
152

Este é um Estado que teve seis anos José Sócrates à frente do governo, carregado de suspeitas de corrupção, mentira e conspiração contra o Estado de direito – e nada fez para esclarecer as dúvidas.

Comportamento

A esperança é o café da manhã

Laurinda Alves

O que nos faz agir e transcender em cada dia é a esperança de que alguma coisa se componha, de encontrar sentido para a vida, de evoluir, de perceber mais. E temos esperança pela certeza do inesperado

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site