Logo Observador
BMW

BMW 530e vai poder ser carregado sem fios

Já disponível no mercado português, BMW 530e iPerformance plug-in hybrid vai passar a contar, em 2018, com uma importante mais-valia: a possibilidade de fazer carregamentos, sem cabos.

Autor
  • Francisco António

Familiar médio equipado com tecnologia híbrida de carregamento em tomada (plug-in), o BMW 530e i Performance prepara-se para dar a conhecer a sua versão de 2018, marcada por uma importante evolução: a possibilidade de realizar carregamentos das baterias sem recurso a qualquer cabo ou tomada, mas apenas via wireless. Uma solução que vem aumentar a funcionalidade do sistema… ainda que opcional.

Segundo revela a própria BMW, o software do sistema wireless de carregamento de 3,2 kW será integrado no já conhecido sistema de infoentretenimento do 530e iPerformance, como forma de permitir, por exemplo, que o condutor acompanhe o processo de abastecimento das baterias, através do ecrã no carro.

Recorde-se que, através do sistema de carregamento convencional, por cabo, mas recorrendo a uma wallbox, o 530e iPerformance demora menos de três horas a carregar as suas baterias de 9,2 kWh. Já através de uma simples tomada doméstica, este mesmo processo demora cerca de cinco horas. Com o novo sistema wireless, o tempo de carregamento deverá rondar as três horas e meia.

“O sistema BMW Wireless Charging para baterias de alta voltagem será disponibilizado como opção para o BMW 530e iPerformance, já a partir de 2018”, anunciou a marca da hélice, acrescentando que “esta tecnologia permite a transferência de energia, sem recurso a cabos”.

Inicialmente apresentado sob a forma de protótipo, o BMW Wireless Charging consiste numa placa, com uma bobina primária integrada, que tanto pode ser posicionada, por exemplo, numa garagem, como ao ar livre. Com o automóvel a receber, na parte inferior, sob o motor, uma segunda placa do género.

Uma vez emparelhadas, é gerado um campo magnético alternado entre as duas placas, através do qual é feita, sem necessidade de recurso a qualquer cabo, a passagem de electricidade, da rede eléctrica para as baterias, a uma velocidade máxima de 3,2 kW.

O Digital Charging System

A BMW já disponibiliza, actualmente, um software que designa de Digital Charging Service e que permite gerir os momentos mais adequados para o carregamento das baterias, segundo as tarifas aplicadas no momento e a possibilidade de utilização de energia solar.

“O BMW Digital Charging Service baseia-se em duas premissas: optimizar o carregamento das baterias em termos de tarifas e a preferência pelo uso da energia solar. No primeiro caso, o veículo ajusta os carregamentos de acordo com a tarifa aplicada ao cliente, de forma a que estes ocorram em alturas em que a electricidade é mais barata”, explica a marca de Munique.

“Já no caso do cliente ter uma BMW Wallbox Connect, o sistema inclusivamente favorecerá a electricidade proveniente de um possível sistema doméstico de captação de energia solar. Não deixando de levar em conta, no momento da sua transferência para o carro, informações como a previsão meteorológica, a quantidade de energia que um sistema de painéis domésticos irá conseguir reunir e as necessidades energéticas da habitação. Determinando, a partir daí, a percentagem de energia que poderá ser desviada para carregar o automóvel. Este, por sua vez, estará também equipado com todos os componentes, eléctricos e não só, para se integrar na rede energética da residência, respeitando os parâmetros definidos pelo proprietário, em termos de consumo de energia”, conclui.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt