Logo Observador
Fogo de Pedrógão Grande

Marcelo pondera passar parte do Natal em Pedrógão Grande

1.696

O Presidente teve a ideia quando garantia aos jornalistas que ia acompanhar a reconstrução de perto: "Por que não estar aqui na quadra do Natal ou trazer a família?".

CUGNOT MATHIEU/EPA

Em Pedrógão Grande para assistir ao concerto em memória das vítimas do incêndio, este sábado à noite, Marcelo Rebelo de Sousa vincou a necessidade de começar rapidamente a reconstrução, de forma a garantir o regresso a casa das dezenas de desalojados, e garantiu que vai acompanhar o processo bem de perto e não limitar-se a aparecer antes do Natal — data prevista pelo Governo para a conclusão dos trabalhos nas primeiras casas.

“Vou acompanhar [as obras], vindo cá, pois tenciono neste Verão vir muitas vezes, em vários momentos, precisamente para dar apoio ao que está a ser feito e mostrar como exemplo. Para a semana estarei outra vez, daqui a três semanas, cinco semanas, eu não vou esperar pelo Natal”, começou por dizer o Presidente aos jornalistas.

Depois, completou: “Outra coisa é, acaba de me dar uma ideia, por que não estar aqui na quadra do Natal ou trazer a família ou vir aqui passar uma parte do tempo daquilo que vai ser o Natal, que eu espero já, daquelas famílias que perderam as casas, nas suas novas casas?”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: tpereirinha@observador.pt
Minorias

O machismo militante da histeria anti xenofobia

Maria João Marques

Os que gritam xenofobia perante a mais leve crítica a certas comunidades onde os maus tratos a mulheres são inerentes à cultura que tanto defendem, fizeram a sua escolha: apoiar a opressão de mulheres

Justiça

Sexo forçado no tribunal

Luís Aguiar-Conraria

Não sei que idade têm os juízes, nem a juíza que votou favoravelmente este acórdão, mas, seja qual for a sua idade, envergonharam Portugal que foi, mais uma vez, e muito bem, condenado pelo TEDH.