Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O termo médico: mialgia da região posterior da coxa esquerda. Segundo o boletim clínico da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), foi este o motivo que impediu Cristiano Ronaldo de treinar esta quinta-feira com os restantes 22 convocados para o Mundial.

Quando anunciou a lista de jogadores para o Mundial do Brasil, o selecionador Paulo Bento sublinhou que a condição física de Ronaldo teria de ser analisada assim que o capitão se juntasse à equipa. “Quando estiver ao nosso cuidado, temos que avaliar como chega, conversar com ele e tomarmos a melhor decisão para o interesse do jogador e da seleção”, disse, a 19 de maio.

No dia em que se juntou à equipa em Óbidos, o capitão da seleção nacional realizou apenas “trabalho de reabilitação específica no hotel” – à semelhança de Raul Meireles (também com uma mialgia de esforço) e Hugo Almeida (distúrbio gastro-intestinal).

Já Ruben Amorim (tendinopatia) e João Moutinho (mialgia) fizeram treino condicionado do relvado.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR