Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um grupo de cinco cientistas concluiu que, na região centro dos Estados Unidos, a centenas de quilómetros abaixo da superfície, exista uma quantidade de água suficiente para encher três vezes todos os oceanos do Mundo. O reservatório estará alojado na zona de transição – uma das camadas que existem no interior do planeta -, e pode indiciar provas da existência de um “ciclo de água da Terra”, segundo Steve Jacobsen, um dos investigadores responsáveis pela descoberta, que falou ao The Guardian.

A conclusão, avançada por um estudo publicado, esta sexta-feira, na revista Science, indica que o reservatório estará localizado a cerca de 660 quilómetros da crosta terrestre. “Penso que estamos finalmente a ver provas que explicam a existência de uma vasta quantidade de água na superfície do nosso planeta”, revelou Jacobsen, sublinhando que “há décadas que os cientistas andavam à procura”

Esta quantidade de água está a ser alojada na zona de transição, denominação da camada da Terra que vai dos 410 aos 660 quilómetros de profundidade, por um mineral chamado ringwoodite – que, aliás, foi apenas descoberto em março.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR