Wikipédia

Num dia bom, Sverker Johansson cria 10 mil artigos para a Wikipédia

Há sete anos que Sverker Johansson se voluntariou para enriquecer a Wikipédia. É autor de quase três milhões de entradas e naquilo que considera um dia bom, Johansson cria 10 mil artigos.

AFP/Getty Images

É provável que nunca tenha ouvido falar de Sverker Johansson. É um administrador sueco, com licenciaturas em áreas tão díspares como linguística e engenharia civil, economia e física de partículas. Mas além de tudo isto, Sverker é autor de quase três milhões de artigos da Wikipédia.

Nos últimos sete anos, o sueco de 53 anos voluntariou-se para enriquecer a coleção de entradas daquela que é atualmente considerada a maior enciclopédia livre e gratuita. O seu trabalho está particularmente focado na catalogação de espécies de animais, incluindo borboletas e besouros. Um terço dos seus artigos estão disponíveis na versão sueca da Wikipédia, o resto está escrito em dois idiomas das Filipinas, um dos quais é a língua-materna da sua mulher.

De acordo com o Wall Street Journal (WSJ), os críticos mais puristas da enciclopédia queixam-se do método utilizado por Johansson. A grande maioria dos seus artigos são gerados por um programa de software informático, conhecido como bot. O programa analisa bases de dados e outras fontes digitais de informação e, de seguida, compacta toda a informação num artigo. Naquilo que considera um dia bom, Johansson cria 10 mil artigos.

Na Wikipédia, qualquer utilizador registado pode criar um artigo e para Sverker Johansson o método é bastante simples: encontrar uma base de dados fidedigna, criar um modelo de documento conforme o tema e depois abrir o programa informático. O software depois procura a informação e publica-a na página da enciclopédia.

A ideia não é nova, os bots têm vindo a ser cada vez mais utilizados por autores para editar as suas entradas na Wikipédia. Mesmo assim, há quem seja contra a utilização dos bots. “Existe uma minoria que não gosta”, disse Sverker Johansson, citado pelo WSJ. “Eu faço isto para criar democracia online”, acrescentou. A Wikipédia, explica Johansson, deveria no futuro poder dizer às pessoas tudo sobre tudo. O seu bot, que foi criado depois de meses de programação informática, é um passo em frente para que este objetivo seja alcançado.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
CDS-PP

O governo merece uma censura /premium

João Marques de Almeida

Se o Presidente, o PM e os partidos parlamentares fossem responsáveis e se preocupassem com o estado do país, as eleições legislativas seriam no mesmo dia das eleições europeias, no fim de Maio. 

Arrendamento

A coisa /premium

Helena Matos

Programas para proprietários que antes de regressarem à aldeia entregam ao Estado as suas casas para arrendar. Torres com 300 apartamentos. O arrendamento tornou-se na terra da intervenção socialista

Médicos

Senhor Dr., quanto tempo temos de consulta?

Pedro Afonso

Um dos aspetos essenciais na relação médico-doente é a empatia. Para se ser empático é preciso saber escutar. Ora este é um hábito que se tem vindo a perder na nossa sociedade, e nas consultas médicas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)