As obras estão finalmente concluídas e a Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, vai reabrir esta sexta-feira de manhã. O monumento nacional, situado em Matosinhos, vai agora acolher um restaurante de luxo a cargo do chef Rui Paula.

À agência Lusa, o presidente da Câmara de Matosinhos sublinhou que a reabilitação da peça arquitetónica, encerrada em março de 2012, foi feita com “todo o cuidado” e é o resultado de um investimento de 441 mil euros. A expetativa é grande, garante Guilherme Pinto, que ambiciona que o edifício seja conhecido ao mesmo tempo que o restaurante, que estará a funcionar a partir de terça-feira (22 de julho).

Além de proporcionar momentos gastronómicos, a Casa de Chá poderá ser visitada como monumento nacional e as entradas vão reverter a favor da Associação Casa da Arquitetura, à qual o espaço foi cedido em novembro de 2013.

2005050812b0120

Créditos: Câmara Municipal de Matosinhos

As obras sofreram atrasos e permitiram uma intervenção profunda — os equipamentos foram atualizados, o imóvel impermeabilizado e a cobertura, madeiras interiores e exteriores, caixilharias e betão aparente foram recuperados, segundo o comunicado da câmara a que a Lusa teve acesso.

O mesmo documento explica que o mobiliário original “foi também reproduzido de acordo com os desenhos da época e usando os materiais inicialmente previstos, implicando um investimento que ascende aos 70 mil euros”.

A casa foi projetada pelo arquiteto português Álvaro Siza, na década de 1950, e chegou a estar votada ao abandono. Rui Paula, por seu turno, é um nome conceituado no universo gastronómico que, ao que tudo indica, fará uma cozinha contemporânea, experimental. A ambição é muita e na calha poderá estar uma estrela Michelin.