O PSI 20, principal índice da bolsa portuguesa, caiu hoje 0,80% para 5.409,55 pontos, renovando o mínimo desde julho do ano passado, com a banca em baixa e a construtora Teixeira Duarte a cair mais de 6%. O índice está em queda há quatro sessões consecutivas. Dos 18 títulos cotados, 14 encerraram a semana em baixa, a EDP Renováveis inalterada e três em baixa.

Do lado dos ganhos, o destaque vai para a Portugal Telecom (PT), que ganhou 7,28% para 1,474 euros, um dia depois de Henrique Granadeiro ter renunciado aos cargos de presidente executivo e do conselho de administração da operadora, que está em processo de fusão com a brasileira Oi.

O anúncio da demissão de Granadeiro aconteceu depois das críticas tecidas pelo ministro da Economia, António Pires de Lima, ao comportamento da administração da empresa no âmbito do investimento de quase 900 milhões de euros em papel comercial da Rioforte, empresa do Grupo Espírito Santo (GES) que falhou o pagamento à operadora.

A perder mais de 3% estiveram os CTT – Correios de Portugal, ao recuar 3,86% para 7,47 euros.

A PT esteve hoje a corrigir das perdas registadas nos últimos dias, na sequência do caso do BES. A Teixeira Duarte recuou 6,07% para 0,65 euros, seguida do grupo Impresa (-5,05% para 1,11 euros) e do Banif (-4,17% para 0,0069 euros). Ainda na banca, o BCP perdeu 3,57% para 0,0837 euros e o BPI desvalorizou 2,42% para 1,212 euros, com o setor pressionado sobre as incertezas relativas ao Novo Banco.

A perder mais de 3% estiveram os CTT – Correios de Portugal, ao recuar 3,86% para 7,47 euros. A REN, EDP, Sonae e Semapa recuaram mais de 1%, enquanto a NOS, Galp Energia, Jerónimo Martins e Portucel registaram quedas inferiores. Tanto a Altri como a Mota-Engil conseguiram fechar a semana em terreno positivo, com ganhos ligeiros de 0,45% e 0,34%, respetivamente.

Na Europa, a maioria dos principais índices encerrou a sessão em terreno negativo, com o de Madrid (IBEX35) e o de Milão (FTSE MIB) a registarem ganhos ligeiros. Sensivelmente à mesma hora do fecho das bolsas europeias, os mercados acionistas norte-americanos seguiam em alta.