O período de cessar-fogo entre Israel e o movimento islâmico palestiniano Hamas foi hoje prolongado por mais cinco dias, anunciou o Egito, que já tinha conseguido viabilizar um primeiro período de tréguas de 72 horas.

Pouco depois de terminar o período de três dias de tréguas (às 00:01 locais, 22:01 de Lisboa), vários foguetes lançados de Gaza atingiram Israel, o que provocou uma resposta por parte dos israelitas, ameaçando o retomar do conflito, mas entretanto foi anunciado o prolongar do cessar-fogo por um período mais alargado, desta vez de cinco dias.

Israel e o Hamas haviam aceitado no domingo uma proposta de cessar-fogo de 72 horas em Gaza, que acabou esta noite. A proposta partiu do Egito e, em comunicado, Israel anunciou que “respondeu positivamente ao pedido para um novo cessar-fogo”.

O novo cessar-fogo hoje anunciado pelo Egito deverá acabar na noite de segunda-feira.