Os Estados Unidos lançaram este domingo novos ataques aéreos contra os “jihadistas” do Estado Islâmico, bombardeando posições dos extremistas sunitas próximo da barragem de Haditha, no oeste do Iraque, anunciaram fontes militares norte-americanas.

“A pedido do Governo iraquiano, as forças militares norte-americanas atacaram os terroristas do Estado Islâmico (EI) próximo de Haditha, na provínicia de Anbar, em apoio às forças de segurança iraquianas e às tribos sunitas que protegem a barragem de Haditha”, anunciou o Comando Central norte-americano.

Os ataques tiveram como objetivo “impedir os terroristas de ameaçar a segurança da barragem, que continua sob controlo das forças iraquianas apoiadas por tribos sunitas”, afirmou o porta-voz do Pentágono, o contra-almirante John Kirby, em comunicado.

“A potencial perda do controlo da barragem ou a sua rutura catastrófica – e as inundações que daí resultariam – ameaçaria o pessoal dos Estados Unidos e as instalações próximas de Bagdad, bem como milhares de cidadãos iraquianos”, acrescentou Kirby.

Os “jihadistas” do EI têm tentado por várias vezes tomar o controlo da barragem de Haditha.

Os Estados Unidos estão a realizar ataques aéreos no Iraque desde 08 de agosto, tendo até agora concentrado os ataques nas posições do EI no norte do país, em apoio às forças iraquianas, que contam com a ajuda dos curdos e de combatentes xiitas.