O treinador do Sporting, Marco Silva, garantiu hoje que a equipa vai manter a identidade e que já tem a estratégia definida para enfrentar o Chelsea e discutir o jogo de terça-feira, da Liga dos Campeões em futebol.

“Não vou expor quais são as nossas armas para defrontar o Chelsea, mas vamos manter a nossa identidade de jogo e já temos a estratégia definida para discutir o resultado, conhecendo quais os pontos fortes do nosso adversário”, disse Marco Silva, na conferência de imprensa de lançamento da partida do grupo G.

De resto, Marco Silva não pouca elogios ao rival, que “é uma equipa fortíssima”, lembrando que “já era o ano passado e este ano reforçou-se para atacar todas as competições, em particular o campeonato inglês e a Liga dos Campeões”.

“Esperamos uma equipa forte, que naturalmente analisámos, e vamos ter atenção àqueles momentos de jogo em que o Chelsea é mais perigoso, que combateremos com muita organização e uma grande atitude”, afirmou.

O treinador leonino diz que o Chelsea “é o favorito ao primeiro lugar no grupo e uma das quatro, cinco equipas com mais capacidade para chegar à final e vencer a Liga dos Campeões”.

“Vamos deparar-nos com dificuldades elevadíssimas, mas, com uma boa atitude, capacidade de superação e a qualidade que teremos de meter em alguns momentos do jogo, podemos discutir o resultado”, afiançou.

José Mourinho elogiou o jogo que o Sporting fez frente ao FC Porto e também Marco Silva, a quem atribuiu uma liderança serena, palavras que o treinador leonino encarou como sinceras e não como parte de um jogo mental.

“Os elogios de Mourinho à exibição do Sporting foram algo que decorreu do jogo que fizemos e da ambição que mostrámos. Em relação ao que referiu sobre a minha forma de estar, fico satisfeito, mas não terá qualquer influência no jogo porque quem joga são os jogadores”, referiu Marco Silva, para quem Mourinho “é a nível de liderança e de comunicação o número um” e que se alguém é competente nessas áreas “é mesmo ele”.

Questionado sobre a condição e o momento atual de Nani, depois de ter sido tão criticado em Inglaterra pelo seu rendimento nos últimos dois anos, Marco Silva considerou que o regresso a Alvalade foi a melhor opção do jogador.

“Ele está a crescer de confiança, à imagem de toda a equipa. Isso é notório”, disse.