Quatro ex-apoiantes de António José Seguro acompanham Ferro Rodrigues na liderança da bancada parlamentar do PS. São eles João Paulo Correia, Jorge Fão, Luís Pita Ameixa e Mota Andrade. Tal como ficou acordado entre António Costa e o representante da anterior direção do partido, Álvaro Beleza, os seguristas ficam com um terço dos lugares. A regra de um terço (aquilo que Seguro teve nas primárias de domingo) vale a partir de agora para todos os órgãos do partido, num sinal de unidade interna.

Os vice-presidentes escolhidos por António Costa para ajudar o novo líder parlamentar, Eduardo Ferro Rodrigues, Ana Catarina Martins, Inês de Medeiros, Isabel Santos, Vieira da Silva, Marcos Perestrello, Pedro Nuno Santos, Hortense Martins e Sónia Fertuzinhos.

A presidente do PS, Maria de Belém, elogiou esta quinta-feira o acordo entre Costa e Beleza. “Precisamos de paz na vida política, de entendimento. Precisamos de unidade numa altura em que as pessoas estão tudo menos serenas, porque as pessoas veem os direitos básicos atacados e precisam de ter confiança e esperança no futuro”, explicou.

“Se houve um acordo é certamente positivo”, comentou o deputado José Junqueiro, apoiante de Seguro e até aqui vice-presidente da bancada. “O PS tem uma tarefa muito exigente à sua frente. O novo líder parlamentar deve ter toda a liberdade para constituir a sua equipa, seja qual for a escolha. Eu estou disponível para apoiar as decisões do novo líder parlamentar.”

As eleições para a direção da bancada do PS decorrem sexta-feira. A lista tinha que ser entregue até às 18h desta quinta-feira.