O homem suspeito de ter matado a ex-companheira na segunda-feira em Leiria entregou-se  de madrugada à PSP, informa um comunicado do Comando Metropolitano de Lisboa.

“O suspeito, por sua livre iniciativa, entregou-se à PSP, referindo ser o autor do crime, tendo fugido posteriormente para Lisboa, onde viria a desfazer-se da arma na mata de Monsanto e da viatura em que se deslocava, na zona de Benfica”, que foram localizadas e apreendidas pela PSP, refere o comunicado.

Segundo o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, o suspeito do homicídio, de 31 anos, “terá atingido mortalmente a sua ex-companheira, uma mulher com 51 anos de idade, através de disparo de arma de fogo, uma espingarda de canos serrados, provocando-lhe ferimentos letais”.

A PSP acrescenta que o suspeito foi identificado pelas 03h30, na rua da Mouraria, tendo sido entregue à Polícia Judiciária.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na segunda-feira, uma mulher foi morta a tiro no prédio onde morava, na rua Álvaro Pires de Miranda, em Marrazes, Leiria, disse à Lusa fonte do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária (PJ), que está a investigar o crime.

A vítima, que trabalhava num restaurante na mesma rua, tinha dois filhos maiores de idade.

Além da Polícia Judiciária, acorreram ao local PSP e elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica.