Um homem morreu na sequência de confrontos entre adeptos de futebol, esta manhã, em Madrid. A agência espanhola de notícias EFE avança que o homem, de 40 anos, não resistiu a uma paragem cardiorespiratória, isto depois de ter sido retirado do rio Manzanares com um traumatismo cranioencefálico e em hipotermia.

Outras 12 pessoas ficaram feridas, 14 foram detidas e 30 identificadas pela polícia. Foi esse o balanço de violentos confrontos entre adeptos do Atlético de Madrid e do Deportivo da Corunha.

Os dois clubes jogaram este domingo às 11h00, para a liga espanhola de futebol, partida que a equipa de Madrid acabou por vencer por 2-0. Os incidentes aconteceram antes do jogo nas redondezas do estádio Vicente Calderón, do Atlético de Madrid.