Vem aí mais uma descida dos preços dos combustíveis, a partir do início da próxima semana. O preço da gasolina deverá descer mais de cinco cêntimos por litro na próxima semana, enquanto o preço do gasóleo deverá recuar cerca de três cêntimos, segundo apurou o Diário Económico. A confirmar-se, o preço de referência do gasóleo passará a custar menos de 1,20 euros por litro e a gasolina descerá para menos de 1,40 euros.

Um litro de gasolina a um preço inferior a 1,40 euros corresponderá ao valor mais baixo desde 2010, e compara com o preço de referência de 1,551 euros para o mesmo combustível no início do ano. Isto segundo os preços de referência da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG). Já o gasóleo vale, hoje, menos 17 cêntimos que no início do ano. Uma desvalorização que irá, então, acentuar-se no início da próxima semana.

As gasolineiras tendem a ajustar os preços no início da semana, ora logo na madrugada de segunda-feira ou à meia-noite de terça-feira.

Aos preços atuais, sem contabilizar a queda esperada para a próxima semana, está a pagar-se, em média, menos seis euros do que no início do ano para atestar um depósito com 50 litros de gasolina. Um depósito semelhante, mas de gasóleo, custa menos nove euros.

Este é um reflexo da forte descida dos preços do petróleo em dólares, que tem compensado o efeito da desvalorização do euro face à divisa norte-americana e resultado em preços mais baixos no momento de abastecer.

O barril de crude negociado na ICE de Londres descia, esta tarde de sexta-feira, 1,5% face ao preço de quinta-feira, para 68,59 dólares por barril. É o valor mais baixo desde 25 de maio de 2010, segundo dados do MarketWatch. Em Nova Iorque, o crude WTI descia 2% para 65,51 dólares por barril.