A crise do rublo na Rússia acabou, afirmou esta quinta-feira o ministro das Finanças da Rússia, Anton Siluanov. Depois de perder cerca de 50% do seu valor face ao dólar, os ganhos nas últimas três semanas e a estabilização do preço do petróleo levam as autoridades a crer que a moeda está finalmente estabilizada.

“Este período chegou finalmente ao fim, o período de instabilidade. Consideramos que o rublo ainda está subvalorizado, considerando o atual preço do petróleo”, disse Anton Siluanov, de acordo com as agências de notícias russas, citado pela Bloomberg.

O rublo valorizava 2% para os 52,3 (rublos para comprar um dólar) nas negociações que se realizavam hoje, afastando-se assim do seu mínimo histórico alcançado na semana passada de 80,1 (rublos para comprar um dólar), especialmente porque as empresas exportadoras tiveram de converter dólares em rublos para pagarem os seus impostos no final deste mês.

No entanto, não houve grandes movimentações nos mercados, até porque os principais estão fechados devido ao natal.

Vladimir Putin também falou hoje, para garantir que o Governo vai coordenar as suas ações com o banco central da Rússia para apoiar a moeda russa, mandando o Governo russo trabalhar durante o período de festas e comparou a atual crise do rublo ao impacto da crise financeira em 2008-2009, altura em que Rússia entrou em recessão e o rublo desvalorizou 37% face ao dólar,