Depois de ataques cibernéticos que abalaram os estúdios da Sony e uma defesa acérrima do presidente Barack Obama da liberdade de expressão nos Estados Unidos, o filme “The Interview” – que ridiculariza o regime político da Coreia do Norte – está a bater recordes na internet, tendo arrecadado mais de 15 milhões de dólares em quatro dias de exibição.

O filme pode ser visto nos Estados Unidos através de aluguer no Google Play, no YouTube Movies ou no Microsoft’s Xbox Video, custando cerca de 6 dólares, ou pode mesmo ser comprado, tendo um preço de aproximadamente 15 dólares. Estima-se que já cerca de dois milhões de pessoas viram o filme online, um recorde de visualizações. O filme estreou nas (poucas) salas de cinema e na internet ao mesmo tempo, um teste para a indústria do cinema que ainda retarda o streaming de grandes filmes produzidos por estúdios de Hollywood.

O sucesso online compensa a distribuição limitada nas salas de cinema – menos de 10% das salas previamente acordadas avançaram com a exibição do filme devido a várias ameaças de hackers. Atualmente, o filme pode ser visto em várias plataformas online nos Estados Unidos e no Canadá