O elemento masculino do casal que foi condenado nesta segunda-feira no Tribunal de Ílhavo por condução de veículo em estado de embriaguez foi apanhado pela sexta vez a conduzir bêbado, informou a PSP. Segundo a Polícia, o indivíduo, de 30 anos, foi detido na sequência de um acidente de viação em que foi interveniente, ocorrido no domingo à noite, cerca das 21h45, na rua Capitão Lebre, em Verdemilho. “Após o acidente, o homem abandonou a viatura e fugiu a pé, tendo sido intercetado pela PSP a pouca distância do local”, disse à Agência Lusa a mesma fonte.

Submetido ao teste de alcoolemia, o condutor acusou uma taxa de 2,15 gramas de álcool no sangue. O detido foi notificado para comparecer hoje à tarde no Tribunal Judicial da Comarca de Aveiro. Esta foi a sexta vez que o homem foi apanhado a conduzir alcoolizado. Há menos de dois meses, o indivíduo tinha sido apanhado, juntamente com a mulher, a conduzir bêbado com quatro filhos menores num dos carros.

As crianças de cinco e 17 meses e de quatro e oito anos viajavam no banco traseiro do carro conduzido pela mãe, que acusou uma taxa de 2,27 gramas de álcool no sangue. O pai das crianças, que conduzia outra viatura, acusou 1,40 gramas de álcool no sangue.

Hoje mesmo, o tribunal de Ílhavo condenou os progenitores pelo crime de condução de veículo em estado de embriaguez. A pena mais gravosa foi aplicada ao pai das crianças, que foi condenado a seis meses de prisão, com pena suspensa durante um ano, e um ano de inibição de condução de veículos motorizados.

O tribunal condenou a sua companheira a quatro meses de prisão, com pena suspensa por um ano, e oito meses de inibição de condução de veículos motorizados. Os dois membros do casal terão ainda de frequentar uma consulta de despiste de eventual dependência de bebidas alcoólicas e consequente tratamento.