Dizer “I love you” é mais atraente que “Je t’aime”? Se o disser com um sotaque britânico, a resposta é sim. Pelo menos de acordo com uma pesquisa internacional que mostra que, afinal, o francês já não é a linguagem do amor. Desiludido? Continue a ler.

O inglês com sotaque britânico passou à frente do americano, do irlandês e do australiano, com 26,7 por cento de respostas a seu favor. Já o sotaque francês aparece em quinto lugar, com 7,7 por cento das votações feitas por habitantes em Sydney, Nova Iorque e Paris.

Mas, se a linguagem do amor é o sotaque “british“, os melhores cenários para namorar não ficam em Inglaterra, cuja capital aparece em sexto lugar. Paris continua a ser considerada a melhor cidade para o amor, a mais romântica portanto. Segue-se Melbourne (Austrália), Kuala Lampur (Malásia), Pequim (China) e Chicago (EUA).

A pesquisa em causa também aferiu onde é que os solteiros são mais felizes, 31% dos solteiros que vivem em Sydney disseram que estavam “orgulhosamente solteiros”, enquanto 45% dos solteiros de Nova Iorque diz que é triste estar-se só.

Importante referir, e já que se fala de romantismo, que também existem dados sobre etiqueta em encontros. E de onze mil inquiridos em 24 cidades diferentes, mais de metade (53%) disse beijar no primeiro encontro. E, também segundo o The Telegraph, um em cada dez defende que é “aceitável” ter sexo no primeiro encontro.