FC Barcelona e Juventus venceram hoje os respetivos jogos da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, ambos por 2-1, e estão mais perto dos quartos de final da competição.

No jogo de maior ‘cartaz’ da noite, o FC Barcelona não se deixou intimidar pelo ambiente do Etihad Stadium e entrou muito forte no jogo. Fazendo uso de rápidas transições ofensivas e exercendo uma pressão logo na zona de saída defensiva do City, os ‘blaugrana’ dominaram as operações no primeiro tempo. Logo aos 16 minutos, Luis Suárez inaugurou o marcador para o ‘Barça’ e, sem que o City conseguisse esboçar algum tipo de reação, aos 30 minutos, o uruguaio ‘bisou’, concluindo da melhor forma um cruzamento da esquerda de Jordi Alba.

Privado de um dos mais importantes jogadores da equipa, Yaya Touré, castigado, Pellegrini optou por um meio campo constituído por Milner e Fernando (ex-FC Porto) como médio mais recuado, mas ambos foram incapazes de contrariar o maior fulgor da linha média forasteira.Ainda na primeira parte, Daniel Alves, pela direita, acertou na barra, numa tentativa falhada de cruzamento que ia dando o terceiro aos catalães.

Na segunda parte, o jogo recomeçou na mesma toada até à entrada de Fernandinho. Aos 62 minutos, Nasri cedeu o lugar ao médio brasileiro, fundamental na jogada do único golo do City, apontado aos 69 minutos pelo argentino Sérgio Aguero. Contudo, quando a equipa da casa parecia recuperar algum alento, Clichy, aos 74 minutos, viu o segundo amarelo, deixando os ‘citizens’ em inferioridade numérica e, desde então, incapazes de voltar a incomodar a defensiva ‘culé’. Até ao final do jogo, tempo ainda para Lionel Messi desperdiçar uma grande penalidade e a respetiva recarga, aos 90+4 minutos, que daria ainda maior tranquilidade ao ‘Barça’ para o jogo da segunda mão.

No outro jogo da noite, a Juventus recebeu e venceu o Dortmund, por 2-1, e, apesar da vantagem italiana, o golo fora dá alguma esperança ao Dortmund para o jogo da segunda mão na Alemanha. Marcou primeiro a equipa da casa, aos 13 minutos, por intermédio de Tévez, mas cinco minutos depois, aproveitando um erro de Chiellini, Reus restabeleceu a igualdade.

Num jogo muito disputado, a ‘Juve’ voltou a colocar-se em vantagem ainda antes do intervalo, aos 42 minutos, por Álvaro Morata e, apesar de ambas as equipas terem disposto algumas boas ocasiões para voltar a marcar, o resultado acabou por não voltar a alterar-se, deixando assim tudo em aberto para o jogo da segunda mão. No dia 18 de março, o FC Barcelona recebe o Manchester City no Camp Nou, enquanto o Borussia de Dortmund joga em casa frente à Juventus, na segunda mão das respetivas eliminatórias.