O Presidente da República nomeou esta sexta-feira a investigadora Elvira Fortunato para presidente da comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, que este ano terão como sede a cidade de Lamego.

Elvira Fortunato ficou conhecida por ter criado o primeiro transístor (chip) de papel. Diretora do Cenimat – Centro de Investigação em Materiais, venceu uma das Bolsas Avançadas do European Research Council, em 2008, no valor de 2,25 milhões de euros, para, durante cinco anos, desenvolver trabalho na área da microeletrónica transparente.

No mesmo ano, a investigadora também foi escolhida pela Ciência Hoje para receber o prémio Seeds of Science na categoria «Engenharia e Tecnologia». A distinção deveu-se, igualmente, ao trabalho que realizou na produção do transístor, que integra uma camada de papel.

A professora catedrática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa vai assim suceder a Silva Peneda, que irá abandonar o cargo de presidente do Conselho Económico e Social no final do mês para ir desempenhar funções, em Bruxelas, como conselheiro especial do presidente da Comissão Europeia.

Silva Peneda esteve dois anos, 2013 e 2014, à frente da comissão organizadora das comemorações do 10 de junho. Em 2012, o presidente da comissão foi Sampaio da Nóvoa, que sucedeu a António Barreto, que presidiu à comissão entre 2009 e 2011.

Entre 1998 e 2008, a Comissão Organizadora das Comemorações do 10 de junho foi presidida por João Bénard da Costa.