Crítica de Livros

Crítica de Livros

Michael Herr e a magia da guerra

Em "Despachos", Michael Herr escreve sobre o centro da guerra do Vietname, que não está na Casa Branca ou em Saigão, mas em Hue e em Khe Sanh, nos sítios onde há miúdos assustados de arma em punho.
Crítica de Livros

As maravilhas que se descobrem com Max Porter

Depois de "O Luto é a Coisa com Penas", "Lanny" é energia crua que percorre a espinha. Crua e dura. O leitor trabalha para decifrar a escrita do autor inglês, mas o retorno é mais do que garantido.
Crítica de Livros

Pitum Keil: coisas sérias a brincar

Quem julgue que a floresta é o maior imbróglio do interior do país encontrará talvez nestas "Crónicas da Província", que também se chamaram "Cartas da Serra", algo que o fará mudar de opinião.
Crítica de Livros

A história de Yerney é a mais triste do mundo

Expulso da casa que construiu com as próprias mãos, Yerney, personagem marcante de Ivan Cankar, embarca numa viagem em busca da Justiça. Não é capaz de a encontrar porque foi escondida pelos homens.
Crítica de Livros

A outra distopia de Ray Bradbury

"A Morte é um Acto Solitário", uma das obras menos conhecidas do norte-americano Ray Bradbury, leva-nos a uma Hollywood decrépita e a extinguir-se, onde morrer parece ser a única constante.
Crítica de Livros

Ali, Foreman e uma varanda em Kinshasa

Norman Mailer seguiu cada passo da preparação dos dois lutadores Ali e escreveu duzentas e quarenta páginas assombrosas sobre o mais histórico dos combates de boxe.
Crítica de Livros

Modernismo algarvio: pupilas incendiadas

Vasco Rosa escreve sobre a cena modernista do Algarve, a propósito de uma nova exposição e do respetivo recém-editado catálogo que destaca a qualidade das obras e da documentação reunida.
Crítica de Livros

Han Kang. Novo livro é tudo e não é coisa nenhuma

Em "Livro Branco", a sul-coreana Han Kang mergulhou na história familiar para falar da própria tristeza. O resultado é uma obra híbrida difícil de definir, e onde há muito branco. Talvez demasiado.
Crítica de Livros

Schlump ou As Mil e Uma Noites da Primeira Guerra

A propósito de uma nova reedição, João Pedro Vala regressa ao clássico de Hans Herbert Grimm, um romance sobre a tragédia da guerra e sobre as personagens que dela sobressaem.
Crítica de Livros

Estação de São Bento, uma "memória de Paris"

Um livro que conta a história de um dos mais emblemáticos edifícios do Porto, que o revela do ponto de vista arquitectónico e o enquadra numa realidade política e social em transformação.
Crítica de Livros

Os Antunes e a tecla antiga portuguesa

Um novo livro vem contar-nos a saga de uma verdadeira dinastia de construtores lisboetas de cravos, pianofortes e pianos, um "legado da genialidade e técnica do povo português".
Crítica de Livros

Quinta Alegre: um futuro útil

O segundo volume da Colecção Património (Santa Casa) é consagrado à Quinta Alegre, em Camarate, que a Misericórdia comprou no afinal distante ano de 1983.
Crítica de Livros

As ilhas silvestres do Porto

Vasco Rosa escreve sobre "São João de Deus", um livro que é uma reflexão sobre o bairro do Porto com o mesmo nome é também uma análise sobre a realidade da construção social em espaços urbanos.
Crítica de Livros

Deixem a Sophia ser católica

Na primeira biografia de Sophia, a autora defende a poeta, mesmo quando não precisa de defesa; vê em Sophia um modelo quando não lhe parece modelar, arredonda a figura, escreve Carlos Maria Bobone.
Crítica de Livros

Balzac, o feminismo, cadáveres e trampolins

"A Mulher de Trinta Anos" deve ser visto como um estudo de costumes e esta edição permite aos leitores portugueses contactar com um extraordinário escritor por vezes esquecido.
Crítica de Livros

Claudel e uma época mergulhada num sono profundo

Philippe Claudel é capaz de fazer melhor. Ainda assim, com "O Arquipélago do Cão", o realizador e escritor consegue espelhar o dia de hoje formado pelo egoísmo de quem o vive.
Crítica de Livros

"A Única História": um amor de candonga

Há personagens promissoras e há um enredo com potencial, mas o romance de Julian Barnes não convence sempre, refugiando-se em lições de vida que já vimos e lemos antes.
Crítica de Livros

O inverno de Paris é o mais cruel

"As Moscas de Outono" é a história do declínio dos Karine, uma família russa apanhada pela Revolução. O romance, um relato belo e comovente, foi escrito por quem sentiu na pele as dores da guerra.
Crítica de Livros

A triste realidade será sempre a triste realidade

Atual e inteligente, o novo romance da argentina Samanta Schweblin obriga-nos a repensar a nossa relação com a tecnologia e a questionar o futuro. Tudo isto através de uns bonecos chamados kentukis.
Crítica de Livros

A casa dos nossos livros

"Vamos Descobrir a Biblioteca Nacional", um livro que é toda uma pequena pedagogia dirigida a futuros utilizadores, a que não faltam algumas curiosidades sobre esse património acumulado de séculos.
Crítica de Livros

Porque é que Patti Smith escreve?

Originalmente publicado em 2017 (depois do aclamado "M Train"), "Devoção", da artista Patti Smith, é um diário ilustrado, um ensaio sobre a escrita e um conto sobre um amor maior do que a vida.
Crítica de Livros

Faulkner, o Bukowski bom

Acabam de regressar às livrarias duas novelas do escritor americano, "Palmeiras Bravas" e "Rio Velho". Apenas mais duas provas da importância de Faulkner para a literatura.
Crítica de Livros

Um colorido papel de embrulho

Vasco Rosa leu o primeiro número da "Revista de Museus", uma nova publicação que quer ser um espaço de divulgação e reflexão sobre a museologia portuguesa.
Crítica de Livros

Agustina sem sabor

Isabel Rio Novo estudou muito, esforçou-se, e isso é de admirar; mas esforçou-se como hagiógrafa e criou uma boa obra de devoção, uma espécie de antologia líquida das melhores páginas de Agustina.
Crítica de Livros

Das trevas espreita sempre a morte

"As Trevas e Outros Contos", de Leonid Andréev, explora o lado mais negro da condição humana: o medo, a hipocrisia, a morte. Livro reúne contos de um autor que nunca devia ter caído do seu pedestal.
Crítica de Livros

A "maritinidade" algarvia

"Vidas e Vozes do Mar e do Peixe" é um elogio regional, é o conhecimento e reconhecimento de uma zona do país que com este livro ganha também um novo registo para memória futura.
Crítica de Livros

O que Edna O'Brien fez com as suas personagens

"Pequenas Cadeiras Vermelhas" explica como Edna O’Brien parece muito mais talhada para ser uma escritora da impotência do que uma porta-voz da indignação.
Crítica de Livros

Um thriller que é o jogo de xadrez da Guerra

O tema está aparentemente explorado à saciedade, pois milhares de obras sobre ele foram publicadas nos últimos cem anos, sobretudo em língua inglesa. Mas não está.
Crítica de Livros

Prémio Valmor: dos gavetos à gaveta

Esta história crítica do mais importante prémio de arquitectura em Portugal reúne informação importante, mas, ao mesmo tempo, deixa para trás dados úteis e materiais indispensáveis.
Crítica de Livros

A América fantasmagórica de George Saunders

Este é um livro de contos sobre duas Américas, uma América antiga e gloriosa e outra moderna e desinteressante, que conduz Saunders a uma postura melancólica em relação a um passado que se perdeu.
Crítica de Livros

O terminal desde o começo

Vasco Rosa escreve sobre o livro que ilustra a evolução do Terminal de Cruzeiros de Lisboa, um documento historicamente relevante sobre um grande processo construtivo.
Crítica de Livros

Manuel Vilas mediu a dor com palavras certeiras

Chegou às livrarias “Em tudo havia beleza (Ordesa)”, um retrato pessoal que no fundo é um espelho muito bem conseguido da condição humana. Pelo estilo e pelo destemor, merece a mais alta das notas.
Crítica de Livros

Jenny Erpenbeck: os refugiados como personagens

O problema de "Eu Vou, Tu Vais, Ele Vai" não está no tema, mas sim na forma como é tratado, num romance em que a autora fica mais próxima da jornalista do que da escritora.
Crítica de Livros

Processo Violeta. Veredicto: falhado

Carlos Maria Bobone escreve sobre o novo romance de Inês Pedrosa, no qual "o maniqueísmo, os estereótipos, as simplificações, são mais do que muitas".
Crítica de Livros

Teolinda Gersão. Mau pensamento mas bom sentimento

O mais interessante nos contos de Teolinda Gersão não é aquilo que as personagens pensam, mas aquilo que sentem, graças ao poder evocativo da autora em espaços curtos, em cenas quotidianas.
Crítica de Livros

William James, os génios religiosos e a Igreja

A partir de uma abordagem pragmática e empirista, William James procura analisar um fenómeno ao qual não consegue aceder e que tem dificuldade em entender.
Crítica de Livros

Resende, o grande muralista

"Uma obra de referência", escreve Vasco Rosa sobre esta fotobiografia de Júlio Resende, artista que como poucos deu "longo lastro a uma vocação plástica visceral".
Crítica de Livros

Arqueologia a azul e verde

Vasco Rosa escreve sobre o livro de José Luís Neto, escrito para "dar, de forma despretensiosa, testemunho do que foi e têm sido os trabalhos arqueológicos nos Açores".
Crítica de Livros

"Sangue & Fogo" tem dragões, mas pouco mais

George R.R. Martin voltou a Westeros para contar a história dos Targaryen. “Sangue & Fogo” não é um romance mas também não é um livro de História. É qualquer coisa ali no meio. Resta é saber o quê.
Crítica de Livros

Naipaul e o problema da multiculturalidade

João Pedro Vala escreve sobre "Metade da Vida", de V.S. Naipaul, uma história de pai e filho, de miscigenação e daquilo que une a Inglaterra à Índia.
Crítica de Livros

O mundo de Eliete também é o nosso

Pensavam que seria difícil superar-se, mas Dulce Maria Cardoso fê-lo. Em "Eliete", abre-nos as portas à "vida normal" e por isso põem-nos a pensar. Fechado a sete chaves, vive também o mundo inteiro.
Crítica de Livros

Quatro razões para amar pássaros, segundo Franzen

"O Fim do Fim da Terra" é um livro de ensaios. E o encanto do jogo a que Franzen se dedicou é o de reproduzir o fracasso a que a experiência humana inevitavelmente nos conduz.
Crítica de Livros

A roda viva entre “o selim e a mulher” de Marialva

Romance histórico sobre uma mulher, “O Fado da Severa” dá-nos também um belo retrato do tempo e do modo da sociedade lisboeta dos finais da primeira metade do século XIX e do Portugal do liberalismo.
Crítica de Livros

Cada livro perdido é uma pequena tragédia

O italiano Giorgio van Straten contou a história de oito livros e do seu súbito e muitas vezes misterioso desaparecimento e mostrou que, pelo menos na literatura, a vida nem sempre acaba com a morte.
Crítica de Livros

O cordeiro com nome de Lobo

António Lobo Antunes parece querer dar uma nova pele à língua. O problema é que, de tão bem rotinada, a sua forma de narrar acaba por desvendar o seu lado técnico.
Crítica de Livros

Na ponta da linha

Mikael Weber, biólogo marinho alemão de 66 anos, criou, em Vila Nova de Gaia, um museu com 2000 objectos de pesca artesanal. O livro "O Anzol Através dos Tempos" resulta dessa colecção.
Crítica de Livros

Gonçalo M. Tavares em busca do espanto perdido

Ao longo de "Cinco Meninos, Cinco Ratos", o objectivo não parece ser outro que não o de eliminar explicações que normalmente nos cegam e que impedem que sejamos surpreendidos seja pelo que for.
Crítica de Livros

A agenda de Saramago

O "Último Caderno de Lanzarote" é o capítulo final de um diário que foi escrito com a plena consciência de que será publicado e que, de quando em quando, tem uma benesse literária.
Crítica de Livros

Luís Louro está de volta com uma Lisboa surreal

Elétricos voadores, animais selvagens, drones intrometidos, redes sociais e a insaciável curiosidade humana marcam uma Lisboa surreal e futurista com traços vintage -- e o regresso de Luís Louro à BD.
Crítica de Livros

Patrick Modiano: inventar o passado em Paris

O novo livro do Nobel francês é uma peça que se acrescenta à sua obra contínua e talvez só adquira um sentido de leitura mais pleno quando inserido nessa obra.
Crítica de Livros

O que são e o que querem os intelectuais?

Em "O Peso da Responsabilidade", o historiador Tony Judt mostra qual o papel os “intelectuais” vão representando na História do Século XX, uma papel sujeito a modas, bizarrias e histerismos.
Crítica de Livros

Brejoeira: a história por detrás do rótulo

Vasco Rosa escreve sobre o livro que recorda uma história palaciana que liga o Porto a Monção e que teve efeitos maiores, que se espalharam por todo o país.
Crítica de Livros

A beira-mar como ela realmente foi

"Casas na Duna" é um conjunto de memórias e histórias mas é também um exercício sobre a história arquitectónica da região de Ovar, a terra de Domingos Tavares, o autor.
Crítica de Livros

James Baldwin, um escritor negro

João Pedro Vala escreve sobre "Se Esta Rua Falasse", livro de James Baldwin originalmente publicado em 1974 e que é agora, finalmente, lançado numa versão em português.
Crítica de Livros

Tiago Ferro. A literatura não salva ninguém

A simultaneidade de tudo, tempos, dores, memórias e dúvidas é o que faz de "O Pai da Menina Morta", de Tiago Ferro, uma unidade tão sólida, mais do que a morte, mais do que o luto.
Crítica de Livros

Ricardo Araújo Pereira e o palhaço de Kierkegaard

Talvez o maior triunfo de RAP seja o de convencer o leitor que "Estar Vivo Aleija" é um livro escrito por um humorista quando, como se verá, não é esse o caso.
Crítica de Livros

O feminismo anti-feminista de Camille Paglia

É este o maior problema da argumentação de Camille Paglia: o feminismo anti-feminista da autora parece ter como fim último o de criar condições às mulheres para que possam deixar de o ser.
Crítica de Livros

Caleidoscópios do crime

Vasco Rosa escreve sobre "Infâmia e Fama. O mistério dos primeiros retratos judiciários em Portugal", um trabalho de "enorme valia", que vem mudar o panorama desta área de estudo.
Crítica de Livros

Imprensa Nacional 250 anos: glória e pedagogia

Vasco Rosa escreve sobre o livro-catálogo que assinala o aniversário redondo de uma instituição que, apesar dos anos de história, está atenta e "virada para o futuro".
Crítica de Livros

O charme irresistível do perigoso Jordan Peterson

Tiago Cavaco escreve sobre "12 Rules for Life", o livro de um professor que vai de Nietzsche às princesas da Disney, da Bíblia aos pais da psicologia com uma integridade intelectual única.
Crítica de Livros

Há mais Variações em António

Revista e aumentada, a biografia de António Variações assinada por Manuela Gonzaga cavalga com rédea solta e deixa passar a possibilidade de construir uma leitura robusta de um artista único.
Crítica de Livros

João Tordo e o que significa escrever bem

O estilo de João Tordo, a querer parecer que não existe, acaba por se tornar artificial. É um romancista trabalhador, mas também por isso, acaba por ser demasiado escolar.
Crítica de Livros

Na riqueza e na pobreza, até que a morte os separe

De Willa Cather, autora galardoada com o Pulitzer, chega a Portugal, em tradução de Ana Teresa Pereira, "O meu inimigo mortal", novela amarga sobre uma jovem idealista que se viu forçada a escolher.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)