Seis guardas e 30 prisioneiros foram mortos durante confrontos numa prisão a norte de Bagdad, capital do Iraque, tendo outros 40 presos conseguido escapar, informou hoje um porta-voz do Ministério do Interior daquele país.

O episódio de violência, ocorrido na sexta-feira numa prisão, em Khalis, a cerca de 50 quilómetros da capital iraquiana, foi originado por um prisioneiro, após pegar na arma de um guarda.

“Um dos prisioneiros pegou na arma de um guarda e, depois de o matar foi buscar outras armas que estavam em ‘stock’”, contou Saad Maan, citado pela agência de notícias francesa, AFP, acrescentando que um oficial e cinco polícias foram mortos.

Nove dos 40 presos que conseguiram fugir foram entretanto detidos.

Os 30 prisioneiros mortos nos confrontos tinham acusações relacionadas com o terrorismo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR