Cocktails

Venham daí os brindes: os melhores bartenders do mundo estão em Lisboa

341

Os melhores cocktails do mundo vão ser servidos em Lisboa, por bartenders de renome nacional e internacional. Sente-se, beba mais um copo e veja o que pode encontrar no Lisbon Bar Show.

O maior evento de bar em Portugal decorre nos dias 19 e 20 de maio, na Tapada da Ajuda.

Getty Images

Autor
  • Raquel Salgueira Póvoas

Um brinde. Ou dois, três… os que quiser. Há uma forte razão para não recusar um convite para ir beber um copo, por estes dias, em Lisboa. Os melhores do mundo na arte de servir estão prontos a surpreendê-lo com as últimas tendências de cocktails, acrobacias com garrafas e os shakes com mais estilo da atualidade.

As bebidas dadas a provar estão envoltas em histórias. Também elas, boas. Do whisky à cachaça, passando pelo rum e o saké, muitas são as especialidades a ser produzidas no Lisbon Bar Show, por quem tem 73 anos de experiência e litros acrescidos de energia, por quem manuseia garrafas como ninguém, ou por quem em tempos trocou a ordem militar pelas regras da noite e a “desordem” dos pedidos dos clientes.

O maior evento de bar em Portugal decorre nos dias 19 e 20 de maio, na Tapada da Ajuda, e assemelha-se a uma feira de expositores. Nela vão estar marcas, fornecedores e profissionais de bar nacionais e internacionais, prontos a regar a iniciativa com demonstrações, formações, tendências, técnicas e utensílios. Tudo com um único propósito: alcançar o cocktail perfeito.

Este mote entusiasma profissionais mas é também um convite a provadores amadores que, dentro do recinto, vão poder apreciar e experimentar as bebidas que quiserem.

O Observador reuniu sete curiosidades que o vão fazer querer encostar-se ao balcão, para conversar com os especialistas do setor presentes no evento:

1. Testemunhe a classe de ser atendido por Charles Schumann, o homem com 73 anos de experiência que surpreende clientes de todo o mundo.
Estar atrás de um bar tem muito que se lhe diga. Não há dúvidas para Charles Schumann. Com mais de 73 anos de know-how, sabe que todos os pormenores fazem a diferença. É por isso que, com a elegância que o distingue, afirma: “num verdadeiro bar de cocktail, a indumentária de um homem é bastante importante”. É dono de um dos bares mais emblemáticos de cocktails, o Schumann’s, em Munique. Schumann é também o criador de uma linha de copos lapidados à mão para a conceituada marca Schott Zwiesel. Em Portugal, os copos podem ser encontrados no Hotel Valverde e no Red Frog Speakeasy Bar, ambos em Lisboa.

6th April 1932: The cocktail bar of the Monseigneur in London. (Photo by Sasha/Getty Images)

Assim se faziam cocktails em 1932. © Sasha/Getty Images

2. Conheça o casal com mais estilo da indústria de bebidas espirituosas.
É uma dupla fiel. Jared Brown e Anistatia Miller são diretores do Mixollany Limited, uma empresa de consultoria especializada em bares, bartending e mixologia. São referências para o meio e já escreveram mais de 30 livros sobre o tema. Deixamos-lhe alguns que vão ajudá-lo a aprofundar os seus conhecimentos sobre o assunto: Cuba: The Legend of Rum, A Celebration of Martini e Champagne Cocktails.

3. Há aficionados do gin por aí? A segunda maior destilaria de gin do Reino Unido também está por cá.
Berkeley Square, Bloom, Ophir, e até o gin mais antigo da Europa, o Greenall’s, vão ser apresentados a profissionais portugueses por Joanne Moore, atual Distiller Master da segunda maior destilaria de gin do Reino Unido, a G&J Greenall. Esta destilaria é uma das mais antigas do mundo, e a mais antiga produtora de gin do Reino Unido. “Nunca estou mais feliz do que quando estou a descobrir e a experimentar novos aromas, plantas e fusões de sabor para criar bebidas únicas”, diz Joanne Moore. Felizes também vão ficar os profissionais e os degustadores que ouvirem os conselhos desta especialista.

4. Já lhe passou pela cabeça fazer um roteiro dos bares onde estão os melhores bartenders nacionais? Traga o bloco e a caneta, vai poder fazer checks na lista.
Na feira vão estar stands a representar 90% do setor de bar português. É uma boa altura para ficar a par do que se bebe de norte a sul do país e apanhar boleia para experimentar bebidas preparadas pelos melhores bartenders nacionais.

5. Quer saber como as acrobacias com garrafas, copos e shakers, se transformam numa forma original de servir um copo? O campeão Nacional de Flair vai mostrar-lhe como se faz.
Flair são movimentos realizados pelos bartenders com garrafas e outros utensílios de trabalho. Quem os pratica tem como objetivo entreter os convidados como se de um espetáculo se tratasse, isto sem perder a qualidade na preparação da bebida. Em Portugal é Henrique Tomás quem domina estas manobras. Arrisque-se quando lá estiver e aprenda alguns truques com este profissional.

MADRID, SPAIN - APRIL 09: A bartender serves two Mojito cocktails during the Mix&Shake congress at 'El Matadero' on April 9, 2014 in Madrid, Spain. Mix&Shake is a conference for professionals of the cocktail bartending industry. (Photo by Pablo Blazquez Dominguez/Getty Images)

© Pablo Blazquez Dominguez/Getty Images

6. Lembra-se de Tom Cruise no filme Cocktail? O ator não está em Lisboa, mas está a história que o aproxima ao bartender mais famoso da América.
Steven Schneider trabalha há seis anos no respeitado Employees Only, em Nova Iorque, onde se distingue como bartender principal. A sua história faz lembrar a de Brian Flanagan (Tom Cruise, no filme que recebeu algumas críticas negativas, Cocktail). No filme, a personagem deixou o exército e começou a trabalhar, com sucesso, como bartender também em Nova Iorque. Na vida real, Schneider fez parte dos fuzileiros dos EUA, mas uma lesão grave na cabeça fez com que tivesse de mudar de rumo. Voltou a apaixonar-se pela vida quando descobriu o mundo dos cocktails, como explica: “foi a primeira vez, desde a lesão, que fiquei feliz”. O lado de artista noutras artes também se revelou: Steven Schneider assumiu o papel de ator no filme Hey Bartender, um documentário do realizador Douglas Tirola, onde faz jus à lição que o conduz ao sucesso: “aprende com aqueles que vieram antes e ensina os que virão depois”.

7. Assista a um concurso de cocktails vintage
Se tem curiosidade em experimentar o lado clássico dos cocktails, então procure o Demo Bar, no Lisbon Bar Show. É o bar onde decorre o “Concurso de Cocktails”, entre eles o saudosista “Vintage Cocktail Competition”, com barware, técnicas e destilados ao estilo vintage.

Por fim, deixamos-lhe as coordenadas para os brindes. Ah, e não leve carro, a organização do evento tem transfers para o deixar em casa em segurança.

Morada: Palácio de Exposições, na Tapada da Ajuda, em Lisboa
Horário: 19 e 20 de maio, das 14h00 às 20h00
Preço: 30 euros por bilhete, adquiridos à porta

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Finanças Públicas

Como evitar um 4º resgate? /premium

Paulo Trigo Pereira

Portugal necessita de mais doze anos (três legislaturas completas) de crescimento económico e de finanças públicas quase equilibradas para sair da zona de risco financeiro em que ainda se encontra.

Brexit

Boris Johnson /premium

João Marques de Almeida

Em Londres, só um louco ou um suicida é que defenderiam o acordo assinado com a União Europeia. Resta saber se os líderes europeus terão a lucidez de reconhecer o evidente: o acordo que existe morreu.

Ambiente

A onda verde na UE e os nacionalismos

Inês Pina

Se hoje reduzíssemos as emissões de CO2 a zero já não impedíamos a subida de dois graus centígrados. E estes “míseros” dois graus vão conduzir ao fim das calotas polares e à subida do nível do mar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)