Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Nuno Mendes é o chef português que dá que falar em Londres. É ele o homem da cozinha do mítico Chiltern Firehouse, a “meca das celebridades”, como faz questão de escrever o The Telegraph. E é ele quem está a levar a gastronomia portuguesa a uma nova plataforma do roteiro de foodies (entendidos em comida) – à Taberna do Mercado, o restaurante que abriu no mercado londrino de Old Spitalfields e onde a cozinha nacional é mãe. Queijo, vinho e receitas portuguesas à mesa.

A abertura de um restaurante inteiramente dedicado à cozinha portuguesa junta-se a outros fenómenos que estão a levar a gastronomia portuguesa a bom porto no Reino Unido. “Estou numa altura da minha carreira em que quero prestar homenagem ao meu país e às minhas memórias“, disse Nuno Mendes ao The Telegraph. São os pratos portugueses, a próxima grande tendência na terra de Sua Majestade? O The Telegraph parece acreditar que sim.

Para as contas desta tendência, entram outros números: a quantidade de ingleses que passou férias em Portugal em 2014 – cerca de 2,1 milhões de ingleses visitaram o país, mais de 15% do que no ano anterior – e o facto de a comunidade de imigrantes portuguesa estar entre as cinco maiores no Reino Unido, segundo o instituto nacional de estatística inglês.

Rita Cardoso, co-fundadora do coletivo The Portuguese Conspiracy, que gere eventos culturais portugueses e uma loja online que se dedica à venda de produtos nacionais – da azeitona do Alentejo às sardinhas da costa portuguesa explica que faz sentido que os britânicos estejam cada vez mais curiosos sobre a cozinha e a cultura portuguesa. É “resultado de Portugal se ter tornado um destino de viagem popular“, referiu.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As conservas são uma das modas – por cá e por lá – e vão estar presentes na Taberna do Mercado. A arquiteta Amanda Levete utilizou-as para expor no London Design Festival 2014, depois de se ter inspirado no estabelecimento lisboeta Sol e Pesca. Mais: Isabel e Rachel, duas apaixonadas por comida, abriram o “The Little Portuguese Kitchen“, em Newcastle, onde se podem comer pratos tradicionais portugueses, como feijoada. Na Taberna do Mercado vai haver cenouras de escabeche, queijo DOP Casa da Prisca, entre outras iguarias.

“Parece que a Aliança Luso-Britânica (a mais antiga data de 1373) está mais forte do que nunca”, escreve Estella Shardlow, no The Telegraph.

Bacalhau, sobretudo o “à Brás”, Caldo Verde, queijo da ilha de São Jorge, alheira, presunto, ou os tradicionais pastéis de nata, despertam agora a curiosidade dos britânicos. “As pessoas ficam muitas vezes surpreendidas com a singularidade da nossa comida, com os nossos sabores simples, mas ao mesmo tempo fortes e ricos, onde é possível ver as ‘matérias-primas’ no papel princial”, explicou o chef Nuno Mendes.