Gonzalo Jara, o jogador que utilizou o dedo médio para irritar o avançado Edinson Cavani, foi proibido de jogar até ao fim da Copa América. A notícia foi avançada pelo The Independent, depois de o jornalista Juan Arango ter publicado a informação no Twitter. Mas a punição vai ser confirmada oficialmente ainda esta sexta-feira.

http://twitter.com/JuanG_Arango/status/613909346448224257

Também o clube onde joga, o Mainz da Alemanha, já se pronunciou sobre a atitude de Jara: de acordo com as notícias do Relvado, o chileno foi posto no mercado e não sequer vai jogar pela equipa alemã na época 2015/2016.

Já se sentia a tensão entre o chileno Jara e o avançado uruguaio, durante o jogo da Copa América. Depois de o árbitro ter conversado com os dois na tentativa de apaziguar a situação, Jara usou o dedo para irritar Cavani pelas costas. O uruguaio que serve o Paris Saint-Germain não gostou da atitude do chileno do Mainz e deu-lhe um estalo. Gonzalo Jara não fez por menos e atirou-se ao chão, provocando a expulsão de Cavani, que já tinha visto o amarelo.

A partida acabou com vantagem a um golo para o Chile, enviando o Uruguai para casa.