O tufão Nangka, que assolou o Japão na semana passada, matou mais de 11.000 atuns de viveiro, causando mais de nove milhões de euros em prejuízo, noticia hoje a imprensa local.

O Nangka tocou terra no sudoeste do Japão na noite de 16 de julho e moveu-se para norte, onde se transformou em depressão tropical.

Chuvas torrenciais e rajadas de vento causaram estragos em várias zonas do Japão, gerando também ondas elevadas e água revolta no viveiro junto à cidade costeira de Kushimoto, noticiam os jornais Kyodo News e Asahi.

A tempestade fez com que os atuns, animais sensíveis, entrassem em pânico e, impulsionados pela força das ondas, saltassem para fora da barreira do viveiro.

O prejuízo pela perda do atum – uma iguaria servida como sushi – custou aos produtores 1,29 mil milhões de ienes (cerca de 9,1 milhões de euros), dizem os jornais, citando informações do Governo.