A Nova Zelândia vai mudar de bandeira. O governo revelou hoje uma lista com 40 modelos para o novo símbolo nacional. O painel independente encarregue da escolha da nova bandeira tem agora a tarefa de eleger quatro propostas da longa lista para irem a votação pública entre os meses de novembro e dezembro. O referendo final está marcado para março de 2016 e irá permitir aos cidadãos escolher entre a bandeira atual e o design finalista.

A ideia de criar uma nova bandeira veio do primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, em março de 2014. O objetivo é eliminar a representação da “Union Flag” (bandeira britânica) do símbolo nacional. Num comunicado feito o ano passado, o primeiro-ministro terá dito: “Há muito tempo que nós não somos dominados pelo Reino Unido”. A Nova Zelândia conquistou a sua independência ao Império Britânico a 26 de setembro de 1907 e quer uma bandeira que represente a unicidade do país. O objetivo do movimento Change the NZ flag é criar uma bandeira que represente a nação moderna, vibrante e diversa que o país é atualmente.

As 40 opções possíveis podem ser visualizadas na página oficial do governo e na página oficial do movimento no Twitter, @nzflag que tem o slogan “It’s time we had a flag for NZ from NZ” (inglês para, “É tempo de termos uma bandeira para a Nova Zelândia, da Nova Zelândia”).

O processo: submissões caricatas 

Antes de se chegar às 40 bandeiras finalistas, foram submetidas cerca de 10,300 imagens possíveis no site Change the NZ flag. Como é hábito na Internet, surgiram propostas  bastante divertidas que correram as redes sociais:

https://twitter.com/sjimaude/status/626195415830933505