Os mais de 48 mil alunos que se candidataram à 1.ª fase de acesso ao Ensino Superior poderão saber, a partir do primeiro minuto deste domingo, se conseguiram entrar numa das opções assinaladas no boletim de candidatura.

Este ano as 33 instituições disponibilizaram menos vagas do que no ano anterior, prolongando uma tendência que se tem vindo a sentir nos últimos anos, num total de 50.555 vagas. A Universidade de Lisboa, seguida da Universidade do Porto e em terceiro lugar a Universidade de Coimbra são as instituições que abriram um maior número de vagas.

Os alunos que conseguiram entrar têm até dia 11 de setembro para se matricularem na respetiva universidade ou politécnico. Já os alunos que não conseguiram colocação, ou aqueles que não se chegaram a candidatar na 1.ª fase, têm uma nova oportunidade a partir desta segunda-feira. Até dia 18 decorrem as candidatura à segunda fase, que se  prolonga até ao dia 18. Os resultados serão conhecidos a 24 de setembro. A 3.ª fase decorre já em Outubro, entre os dias 1 e 5.

Aqui no Observador poderá ficar, a partir das 00h01 deste domingo, com uma ideia global dos resultados deste concurso e saber quantas vagas passam para as fases seguintes e onde sobraram mais vagas. E descarregar o documento com os resultados da primeira fase do concurso de acesso ao ensino superior. Curso a curso, com o número de vagas que existiam, as que já foram ocupadas, assim como a média de acesso do último estudante a entrar em cada um dos cursos.

Alguns estudantes já começaram a ter acesso aos dados de entrada nas instituições de ensino superior a partir da página das DGEs, mas a informação completa apenas será colocada à meia-noite.