290kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Topless contra o cancro da mama

Este artigo tem mais de 5 anos

Imagens de seios costumam ser censuradas pelas redes sociais, mas duas irmãs escocesas resolveram publicar as suas fotografias pós-mastectomia como forma de sensibilizar para o cancro da mama.

i

National Cancer Institute/NIH

National Cancer Institute/NIH

O topless está na moda nas redes sociais. E a razão é nobre: a sensibilização para o cancro da mama.

Duas irmãs escocesas que se submeteram as mastectomias resolveram contar as suas histórias através de fotografias na rede social Facebook, conta o El País.

Catherine Keeney, de 30 anos criou a página “A minha mastectomia profilática” ( My prophylactic mastectomy) com o objetivo de partilhar a sua história: submeteu-se a uma mastectomia preventiva em março deste ano, depois de lhe ter sido diagnosticado um risco de 97 por cento de vir a sofrer de cancro da mama, que vitimou duas das suas tias e de que a mãe e outra tia também sofreram.

ok guys putting these pics up of my foobs I am in no way body beautiful as I'm not the fittest or best looking I'm just...

Posted by My prophylactic mastectomy on Tuesday, October 13, 2015

Em agosto de 2015, a irmã Amanda Stewart, de 33 anos, que também enfrentava a 97 por cento probabilidades de vir a desenvolver a patologia, seguiu os passos da irmã quer na decisão, quer na forma de a comunicar. Na sua  página de Facebook “Cancro. Vais perder” (Cancer. You lose),  Amanda partilha também a sua história e fotografias da sua mastectomia preventiva.

***PLEASE READ AND SHARE***When Katie first sent me this pic my first reaction was 'wow! I love it!' then I thought '...

Posted by Cancer. You lose on Saturday, October 17, 2015

As irmãs Catherine e Amanda decidiram realizar as cirurgias como forma de prevenção contra o cancro da mama, uma decisão tornada popular por Angelina Jolie. A atriz submeteu-se a uma dupla mastectomia preventiva em maio de 2013 e deu a conhecer a sua decisão num artigo no New York Times. E em março deste ano submeteu-se a uma remoção dos ovários e trompas de falópio, decisão que também explicou ao New York Times.  Em ambos os casos, as  suas  decisões tiveram por base o facto de a mãe, uma avó e uma tia terem sido vítimas de cancro da mama e do ovário e de Jolie ser portadora de mutações no genes BRCA1 ou BRCA2, responsáveis por estes tipos de cancro.

Também do outro lado do Atlântico, Nikki Black, uma atriz de stand-p comedy  partilhou na rede social Twitter fotografias da sua reconstrução mamária e respetivas tatuagens. Nikki Black tem 23 anos e foi diagnosticada com cancro da mama, razão  pela qual se submeteu a uma dupla mastectomia.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.