De happy one angry one são 11 pontos de distância. As más notícias parecem não largar José Mourinho. Os blues continuam a somar maus resultados e ocupam já o 15º lugar na Premier League. Como se isso não bastasse, o treinador português pode enfrentar agora novo castigo, depois de ter sido expulso na derrota do Chelsea com os rivais do West Ham. Mourinho foi formalmente “acusado de má conduta devido à linguagem e ao comportamento para com os árbitros no túnel dos balneários no intervalo do jogo”, revelou a Associação de Futebol Inglesa (FA) em comunicado.

Esta é a segunda vez este mês que José Mourinho vê o seu nome na lista dos prevaricadores. O ex-treinador do F.C. Porto, Inter de Milão e Real Madrid foi multado em 68 mil euros na sequência das críticas dirigidas ao árbitro Robert Madley, depois da derrota com o Southampton, a 3 de outubro – Mourinho chegou a dizer que o juiz inglês tinha tido medo de assinalar uma grande penalidade a favor do Chelsea.

A sanção aplicada a Mourinho previa ainda um ano de pena suspensa. Com esta reincidência, o português arrisca-se agora a falhar a próxima jornada frente ao Liverpool e a equipa londrina pode ser obrigada a jogar à porta fechada. 

Além de José Mourinho, foram expulsos nesse jogo o ex-jogador encarnado Nemanja Matić e o treinador de guarda-redes José Silvino. Os dois portugueses têm agora até às 18h da próxima quinta-feira para responder à acusação.