Rádio Observador

Mundo

Mars: recolha de chocolates afeta Portugal

223

A empresa Mars ordenou a retirada de vários chocolates em 55 países depois de um consumidor ter descoberto "um pequeno pedaço de plástico" num dos produtos do grupo.

FEDERICO GAMBARINI/EPA

A empresa Mars ordenou esta terça-feira uma gigantesca retirada de chocolates e doçaria em 55 países, avança a imprensa internacional, depois de um consumidor ter encontrado, na Alemanha, “um pequeno pedaço de plástico” num produto do grupo. De acordo com um press release enviado às redações, Portugal está entre os países afetados, pelo que serão removidos vários lotes de chocolates Mars e Snickers do mercado nacional. 

tabela_mars

Milton Cappelletti/Observador

Segundo um comunicado de imprensa emitido esta terça-feira pelo grupo norte-americano, ao todo serão recolhidos voluntariamente chocolates Mars, Snickers, Milky Way e Celebrations produzidos no início do ano na Holanda. Escreve o The Guardian que a empresa avançou que uma lista de produtos afetados seria disponibilizada no respetivo site, que desde esta tarde encontra-se em baixo — o mesmo acontece com a página do grupo em Portugal. 

Os principais países afetados são Alemanha, Holanda, França, Espanha, Itália e Bélgica, sendo que, no mercado internacional, estão em causa produtos com a data de validade compreendida entre 19 de junho de 2016 e 8 de janeiro de 2017, no entanto estas variam consoante o produto em causa:

  • Mars: de 7 de agosto de 2016 a 16 de outubro de 2016;
  • Milky Way: 4 de setembro a 8 de janeiro de 2017;
  • Snickers: de 03 de julho de 2016 a 11 de dezembro de 2016;
  • Celebrations: de 19 de junho de 2016 a 28 de agosto de 2016;
  • Mini Mix: 10 de julho de 2016 a 18 de setembro de 2016.
tabela_snickers

Milton Cappelletti/Observador

Na Alemanha, a retirada inclui as barras Mars e Snickers, os Milky Way Mini e Miniaturas e alguns bombons Celebrations cuja data de validade se situa entre 19 junho 2016 e 08 de janeiro de 2017, segundo um comunicado da Mars Alemanha. De acordo com a agência holandesa ANP, que cita a filial da Mars na Holanda, os mesmos produtos serão recolhidos neste país.

Em França a retirada diz respeito a “algumas barras de chocolate produzidas na Holanda”: Mars, Snickers e bombons Celebrations, com data de validade até outubro de 2016.

A Mars França informou que se trata “de um incidente isolado e estritamente delimitado, que apenas diz respeito aos produtos mencionados”, aconselhando os consumidores que compraram um dos produtos em causa a não o consumir e contactarem o serviço do cliente.

Já em Portugal, a filial portuguesa reforça a ideia de um incidente “isolado” e pede a todos os consumidores que tenham comprado uma das barras de chocolate dos produtos referidos para entrar em contacto com a equipa de Apoio ao Consumidor (tel.:214581167).

Mars Incorporated é um gigante norte-americano do setor agroalimentar, conhecido sobretudo pelos seus chocolates, mas que fabrica também arroz, massas e alimentos para animais domésticos.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)