Foi uma noite de princesas e bruxas más. A 88º cerimónia dos Óscares, que se realizou este domingo no Dolby Theatre, em Los Angeles, levou à mítica passadeira vermelha o reino da Disney — qualquer criança portuguesa, se estivesse acordada na altura dos desfiles, concordaria.

Se o Louis Vuitton amarelo da oscarizada Alicia Vikander faz lembrar a Bela de A Bela e o Monstro, Naomi Watts parece ter saltado de um mar agitado para salvar um marinheiro sexy graças ao seu brilhante e alongado Armani Privé. Margot Robbie também não ficaria muito atrás no papel de uma Ariel de cabelos loiros e Cate Blanchett passaria por uma Elsa de Frozen mais florida, mas igualmente gélida.

Se este fosse, de facto, um filme da Disney, então a modelo Dorith Mous seria uma bruxa maléfica e Whoopi Goldberg e Julianne Moore as suas comparsas, uma vez que o trio vestiu-se de preto da cabeça ao pés. E como toda a princesa precisa da sua fada madrinha, Heidi Klum e o seu extravagante Marchesa — e isto não é um elogio — fariam certamente um bom desempenho. Talvez só lhe faltasse a varinha mágica e uns quantos versos capazes de fazerem magia.

O príncipe encantado, esse, seria sempre Leonardo DiCaprio, o nome mais falado do momento, e o fiel escudeiro o pequeno Jacob Tremblay que, aos nove anos de idade, já tomou Hollywood de assalto. Ambos optaram por fatos Armani.

Mas a noite não se fez apenas de um corte e costura inspirado no mundo fantástico da animação. Pouco infantis foram os constantes decotes em V que, em boa verdade, deverão ter cativado muitos olhares: ajudaram a acentuar as curvas de Charlize Theron (Dior Haute Couture), Olivia Wilde (Valentino Haute Couture) e de Chrissy Teigen (Marchesa). A isso acrescentam-se os trajes monocromáticos que tanto conseguiram ser aborrecidos — estamos a olhar para ti, Reese Witherspoon –, como elegantíssimos — falamos, claro, de Charlize Theron e Olivia Munn.

E o que dizer de Jennifer Lawrence? A atriz chegou atrasada, já o frenesim da passadeira vermelha tinha passado e, talvez por isso, passou despercebida.