A estrela Gliese 832, a 16 anos-luz da Terra (cerca de 160 biliões de quilómetros), pode ter um terceiro planeta associado com características mais próximas da Terra. A ideia foi apresentada por uma equipa da Universidade do Texas numa publicação científica divulgada pelo arXiv.

A Gliese 832 é uma anã vermelha com cerca de metade da massa e do raio do Sol. Já se sabia que neste sistema estelar existia um planeta gasoso com cerca de 0,64 vezes o tamanho de Júpiter, Gliese 832b, e uma superterra rochosa com cerca de cinco vezes o tamanho da Terra, Gliese 832c.

Agora, mediante cálculos e medições, os investigadores acreditam que possa existir um outro planeta entre estes dois. O planeta seria rochoso e poderia ter a massa da Terra ou até 15 vezes mais. A ideia é apoiada pela estabilidade do sistema orbital, pela dinâmica orbital e pela velocidade radial do planeta, refere o site Phys.org.

Este novo planeta poderia estar localizado entre 0,25 e 2 unidades astronómicas (UA) da estrela Gliese 832 – sendo que uma unidade astronómica representa cerca de 150 milhões de quilómetros, mais ou menos a distância da Terra ao Sol. Assim, o planeta ficaria entre os outros dois: Gliese 832c está 0,16 UA e o Gliese 832b a 3,53 UA.