Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Alguém disse, certo dia, gracejando (ou não), que, chegados ao Brasil, se se der um pontapé numa pedra, saem lá de baixo futebolistas às centenas – e bons. Pois, na Alemanha não é diferente. E não é desde há muito, provavelmente desde a prestação penosa da mannschaft no Euro 2000 – Oliver Kahn ainda terá pesadelos com Sérgio Conceição, por certo. Investiu-se (mais ainda) na formação, as seleções de base começaram a “limpar” competições umas atrás das outras, os clubes da Bundesliga aproveitaram-nos, chegados à idade adulta, e agora para Joachim Löw o difícil é escolher quem utilizar. A Alemanha é a favorita a vencer a competição em França.

Mais do que os próprios anfitriões, mais do que a campeã em título, a Espanha. É que da equipa que venceu (foi quase um passeio no parque) o Mundial de 2014, só Lahm saiu, retirando-se com a Jules Rimet nas mãos. Os restantes estão lá todos. E a eles se agruparam outros tantos, mais novos, mas com futebol para dar e vender, de Rüdiger a Can, de Weigl a Brandt ou Sané. Como se costuma dizer – e esta é para Joachim Löw: é só não estragar muito, que a coisa vai.

separador_o_onze

Manuel Neuer; Jérôme Boateng, Shkodran Mustafi, Mats Hummels e Benedikt Höwedes; Sami Khedira, Toni Kroos, Bastian Schweinsteiger e Mesut Özil; Thomas Müller e Mario Gomez.

separador_treinador

Joachim Löw

craque (2)

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Thomas Müller

https://www.youtube.com/watch?v=u-LUTKoJvXQ

Convocados

Guarda-redes: Manuel Neuer (Bayern), Bernd Leno (Bayer Leverkusen) e Marc-André ter Stegen (Barcelona).

Defesas: Jérôme Boateng (Bayern), Jonas Hector (Colónia), Benedikt Höwedes (Schalke 04), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Shkodran Mustafi (Valência), Sebastian Rudy (Hoffenheim) e Antonio Rüdiger (Roma).

Médios: Emre Can (Liverpool), Julian Draxler (Wolfsburgo), Mario Götze (Bayern), Sami Khedira (Juventus), Joshua Kimmich (Bayern), Toni Kroos (Real Madrid), Mesut Özil (Arsenal), Bastian Schweinsteiger (Manchester United) e Julian Weigl (Borussia Dortmund).

Avançados: Karim Bellarabi (Leverkusen), Julian Brandt (Leverkusen), Thomas Müller (Bayern), Lukas Podolski (Galatasaray), Marco Reus (Borussia Dortmund), Leroy Sané (Schalke 04), André Schürrle (Wolfsburgo) e Mario Gomez (Besiktas).