Atualizado às 21h05, com informação sobre o jogo entre Portugal e Polónia.

Tal como tinha sido estipulado, não houve um minuto de silêncio no início do jogo Portugal-Polónia. Contudo, houve um minuto de aplausos feito como forma de homenagem pelas vítimas dos atentados em Istambul.

De acordo com as informações recolhidas, a UEFA apenas promove um minuto de silêncio no início das partidas quando as tragédias “são diretamente relacionadas com o futebol, ou com uma das equipas participantes”. Por isso, no que falta disputar do Euro 2016, não haverá qualquer homenagem às 42 vítimas dos atentados no aeroporto turco.

Em 2015, contudo, a UEFA emitiu um comunicado em que o organismo se mostrava “profundamente chocado e entristecido com os eventos trágicos que aconteceram em Paris”.

Nos dias seguintes aos atentados na capital francesa, todas as partidas das competições da UEFA tiveram um minuto de silêncio no início e todos os jogadores utilizaram uma faixa negra no braço.

Nessa altura, num jogo entre a Grécia e a Turquia, os fãs turcos interromperam o minuto de silêncio em memória das vítimas de Paris com assobios e gritos de ordem:

https://www.youtube.com/watch?v=fqMHe2ltffE

A Turquia foi um dos 24 países que participaram na fase de grupo do Euro 2016. No entanto, foi eliminada, depois de acabar em terceiro lugar no grupo D.

O atentado da última terça-feira fez 42 mortos e 239 feridos. Três homens (da Rússia, Uzbequistão e Quirguistão) abriram fogo e fizeram-se explodir num terminal do aeroporto de Ataturk, em Istambul.