Dark Mode 171kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Atentados em Istambul. Terroristas eram da Rússia, Uzbequistão e Quirguistão (e já se conhecem os seus rostos)

Na manhã desta quinta-feira, a polícia turca fez raides em 16 locais diferentes, nas cidades de Istambul e Izmir. Foram detidos 22 suspeitos ligados ao Estado Islâmico.

5 fotos

Um da Rússia, um do Uzbequistão e outro do Quirguistão. Já são conhecidas as nacionalidades dos três terroristas que mataram 43 pessoas e feriram perto de 250 no atentado no aeroporto de Istambul, esta terça-feira. Imagens de videovigilância que identificam os rostos dos terroristas já estão a circular na internet.

O Daily Sabah, jornal turco em língua inglesa, partilha uma imagem em que os três terroristas aparecem juntos:

Raides policiais em Istambul e Izmir: 22 detidos

Na manhã desta quinta-feira, a polícia turca fez uma série de raides em Istambul e na cidade costeira de Izmir. Na operação, foram detidas 22 pessoas (13 em Istambul e nove em Izmir), suspeitas de estarem relacionadas com o Estado Islâmico. Segundo informações da Associated Press, que o The Washington Post cita, a polícia encontrou três espingardas de caça e documentos relacionados com o Estado Islâmico.

[Imagens da DHA, agência turca, mostram as detenções desta manhã]

Os detidos são suspeitos de financiar, recrutar e fornecer apoio logístico ao Estado Islâmico. Foram levados para a sede da polícia de Istambul.

A Reuters avança que as buscas aconteceram em 16 locais em simultâneo. Os raides em Istambul aconteceram em residências nos bairros de Pendik e Sultanbeyli (lado asiático) e no bairro de Başakşehir (lado europeu), explica o Daily Sabah.

As detenções acontecem dois dias depois de três terroristas, suspeitos de estarem ligados ao Estado Islâmico, terem levado a cabo o ataque ao aeroporto de Ataturk, o mais movimentado de Istambul, matando 43 pessoas e ferindo perto de 250.

Imagens de armas usadas pelos terroristas foram partilhadas pela rede de informação turca 140journos:

Depois do atentado, Putin e Erdogan concordaram em encontrar-se pessoalmente, pela primeira vez desde o abate de um avião russo pela Turquia, num telefonema em que Putin apresentou condolências ao povo turco. A revelação das nacionalidades dos terroristas, em que inclui um russo, poderá estar agora em cima da mesa neste encontro.

Dois suspeitos de terrorismo mortos junto à fronteira com a Síria

O jornal turco em língua inglesa Daily Sabah, está a avançar também que dois suspeitos de estarem ligados ao Estado Islâmico foram mortos pelas autoridades, na fronteira com a Síria.

Os dois suspeitos estariam a tentar atravessar ilegalmente a fronteira. Um deles foi identificado como sendo Muhammad Arab, um homem que era procurado na Turquia como potencial bombista suicida, que estaria a planear atentados em Ankara, capital do país.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.