Cristiano Ronaldo admite que França é “um pouco mais favorita” a vencer o Euro, mas está confiante e a “fazer figas” para que a seleção portuguesa venha de Paris com o troféu.

“É algo com que sempre sonhei, ganhar alguma coisa importante para a seleção portuguesa. Já ganhei tudo a nível individual e pelos clubes por onde passei, por isso seria um enorme feito ganhar alguma coisa por Portugal”, disse o capitão português numa entrevista ao site oficial da UEFA.

Cristiano acredita que Portugal tem condições para trazer a taça para casa: “Estou a fazer figas. Eu acredito, os meus colegas de equipa acreditam, os portugueses acreditam e os emigrantes em França também acreditam. Acho que Portugal vai ganhar pela primeira vez um troféu importante.”

A seleção francesa é “um pouco mais favorita do que nós porque joga em casa, algo que é uma grande vantagem”, admite Ronaldo, mas, por se tratar da final de uma grande competição, “tudo é possível”.

Na entrevista, o capitão nacional salienta o percurso da seleção portuguesa até à final de Paris. Admitindo que Portugal entrou no Euro de “maneira soft“, Ronaldo afirma que a equipa soube recompor-se e que chega à final com “todo o mérito”.

“Os resultados nos primeiros jogos não eram aquilo que desejávamos, mas, no geral, a prestação é positiva, porque para se chegar a uma final é preciso muito mérito e nós temos, jogadores, treinadores e toda a estrutura da seleção. Estamos todos de parabéns.”

Cristiano Ronaldo não esconde a vontade de vencer e de inscrever o seu nome na galeria dos heróis do futebol mundial. “Quero é estar na História. Já o consegui nos clubes por onde passei e na seleção também. Quero continuar a minha história. Sinto-me bem, sinto-me jovem, com força. O que mais quero é continuar na minha linha de sucesso.”